Grêmio é denunciado pelo STJD por invasão ao gramado de Carol Portaluppi

Tricolor Gaúcho não corre risco de perder mandos de campo, mas está sujeito a multa de R$ 100 a R$ 100 mil

Por sarah.borborema

Porto Alegre - A comemoração do técnico Renato Gaúcho com a filha Carol Portaluppi, após a classificação para a final da Copa do Brasil, pode render uma dor de cabeça ao Grêmio. Denunciado pela Procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta da invasão da jovem ao gramado, o clube voltará a ser julgado pelo tribunal. Porém, o clube não corre risco de perder mandos de campo.

Carol Portaluppi comemora dentro de campo com o pai%2C Renato Gaúcho%2C a classificação do Grêmio para a final da Copa do BrasilDivulgação

A denúncia enquadra o Grêmio no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por 'Deixar de prevenir e reprimir invasão de campo ou local da disputa do evento'. A pena tem multa prevista de R$ 100 a R$ 100 mil.

LEIA MAIS: Carol Portaluppi 'invade' gramado e pode complicar o Grêmio

Na denúncia, a Procuradoria do STJD ainda destacou que caso o ato não seja considerado invasão, deverá render multa igualmente. O julgamento está marcado para o dia 16 de novembro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia