Lewis Hamilton lidera segundo treino livre no Japão e festeja evolução de carro

Condições péssimas de pista proporcionadas pela chuva, que encharcou o traçado de Suzuka, chegaram a adiar a realização do treinamento

Por O Dia

Japão - Depois de Sebastian Vettel abrir os trabalhos de pista em Suzuka liderando os primeiros treinos livres com a sua Ferrari, Lewis Hamilton fechou a segunda sessão do GP do Japão de Fórmula 1 na ponta. O inglês acabou fechando a sexta-feira na primeira posição um esvaziado treino, que quase foi adiado por causa de forte chuva e em que apenas ele e mais quatro pilotos registraram tempo de volta.

Lewis Hamilton ficou em primeiro lugar no segundo treino para o GP do JapãoAFP/Tom Gandolfini

Por causa das condições desfavoráveis, o atual líder do Mundial de F-1 deu apenas quatro voltas no tradicional circuito japonês, mas isso já foi o suficiente para que ele garantisse a liderança com o tempo de 1min48s719. Horas mais cedo, o britânico havia ficado com a segunda posição no primeiro treino.

Após o término da segunda sessão, Hamilton qualificou a sua sexta-feira em Suzuka como "um dia interessante" e comemorou a evolução do seu carro em relação ao fim de semana do GP da Malásia, realizado no último domingo, quando ele terminou na segunda posição. "Estou sentindo o carro muito melhor do que estava na Malásia. Está de volta ao normal, então estou pronto para correr", festejou.

Felipe Massa, por sua vez, esteve entre os poucos pilotos que registraram tempo cronometrado neste segundo treino livre e acabou terminando a mesma na quarta posição. O brasileiro percorreu somente três voltas com a sua Williams, sendo a mais rápida delas em 1min52s146, e ficou logo à frente do seu companheiro de equipe, o canadense Lance Stroll, com 1min52s343

O francês Steban Ocon, também com uma marca bem mais lenta do que a de Hamilton, assegurou a segunda posição ao completar a melhor das três voltas que deu com a sua Force India em 1min49s518. E a terceira posição ficou com o seu parceiro de equipe, o mexicano Sergio Pérez, que percorreu o mesmo número de voltas de Ocon e registrou como a mais veloz delas a que finalizou em 1min51s345.

TREINO ESVAZIADO

As condições péssimas de pista proporcionadas pela chuva, que encharcou o traçado de Suzuka, chegaram a adiar a realização do segundo treino livre por tempo indeterminado. Entretanto, quando a tempestade deu uma trégua, a direção da prova resolveu liberar a entrada dos pilotos na pista após três inspeções feitas com o carro de segurança. Mesmo assim, esta segunda sessão começou com 45 minutos de atraso em relação ao previsto e poucos se arriscaram a deixar os boxes para registrar voltas rápidas.

A grande maioria dos pilotos optou por realizar apenas voltas de instalação na pista, enquanto outros seis sequer saíram dos boxes neste segundo treino. Foram eles: a dupla da Red Bull formada pelo australiano Daniel Ricciardo e pelo holandês Max Verstappen, a parceria da Haas do francês Romain Grosjean e do dinamarquês Kevin Magnussen, o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, e o novato francês Pierre Gasly, da Toro Rosso.

Carlos Sainz, por sua vez, percorreu duas voltas de instalação com a sua Toro Rosso, que foi reparada depois de o espanhol ter sofrido um forte acidente no primeiro treino livre deste final de semana.

Com previsão de chuva também para este sábado em Suzuka, o GP do Japão terá o seu último treino livre começando no início da próxima madrugada (0h pelo horário de Brasília), enquanto a sessão qualificatória para o grid será às 3 horas. A corrida está marcada para começar às 2 horas (de Brasília) deste domingo

Últimas de Esporte