Botafogo goleia o Atlético-PR, afasta a crise e volta para o G-4 do Brasileirão

Alvinegro, agora, precisa secar o Goiás e o Grêmio para continuar na zona de classificação para a Libertadores

Por O Dia

Rio - O Botafogo afastou a crise e acabou com a série de três tropeços seguidos (duas derrotas e um empate) no Brasileiro. Com uma atuação consistente e sob a batuta de Seedorf, o Fogão venceu, neste sábado, o Atlético-PR por 4 a 0 no Maracanã. Além de acalmar os ânimos com a torcida, o Alvinegro volta para o G-4 da competição e ganha fôlego na briga por uma vaga na Libertadores.

Seedorf voltou a se destacar%3A assistência e golMárcio Mercante / Agência O Dia

Com a vitória, o Fogão pulou para 57 pontos e para a terceira colocação. Agora, precisa secar o Goiás, que encara o Internacional no Serra Dourada, e o Grêmio (enfrenta o Flamengo no Sul) para continuar no G-4. O Atlético-PR estaciona nos 58 pontos e pode perder a vice-liderança do Brasileiro.

>>> GALERIA: Confira as melhores imagens da vitória do Botafogo no Maracanã

A semana alvinegra foi conturbada, com protestos da torcida. Nem mesmo Seedorf escapou. A resposta foi em campo. O holandês voltou a jogar bem e a comandar o time. Ele deu assistência para Elias e fez um gol. Até Bruno Mendes, contestado, entrou no segundo tempo e marcou duas vezes.

Na próxima rodada, o Botafogo encara o São Paulo, no Morumbi, às 19h30, no domingo. No mesmo dia, o Furacão recebe o Náutico, às 17h, na Arena Joinville. Antes, na quarta-feira, faz o primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Flamengo.

O JOGO

O Botafogo entrou decidido em campo e passou a pressionar o Atlético-PR, que entrou com quase força máxima (apenas Paulo Baier foi poupado). O Fogão dominava o jogo. O gol era questão de tempo. Após cruzamento de Renato, Seedorf ajeitou de cabeça para Elias completar e abrir o placar. O atacante se emocionou e fez questão de abraçar o técnico Oswaldo de Oliveira (questionado pelos torcedores).

O Fogão por pouco não ampliou. Rafael Marques acertou o travessão. Seedorf teve mais precisão. Em jogada confusa, a bola sobrou para Hyuri. Ele ajeitou para Seedorf, que chutou e marcou 2 a 0. O Atlético-PR não conseguiu reagir. No segundo tempo, Éderson assustou em cobrança de falta. A bola foi para fora.

O Botafogo passou a apostar nos contra-ataques. Hyuri desperdiçou chance. O Fogão controlava o jogo. Bruno Mendes entrou no lugar de Elias. O Alvinegro continuava em cima. Rafael Marques acertou chute no trave.

A situação do Furacão ficou ainda mais complicada. Léo foi expulso. O Botafogo aproveitou para ampliar. Bruno Mendes fuzilou e marcou o terceiro. O quarto gol também dele. O centroavante completou cruzamento de Lima: 4 a 0. Bolívar ainda conseguiu levar cartão vermelho. Nada que estragasse a festa alvinegra.