Sem cinco titulares, Botafogo enfrenta o São Paulo no Mané Garrincha

Mancini vai ter de improvisar na lateral direita mais uma vez

Por O Dia

Brasília - A expectativa é de um segundo turno bem melhor do que o primeiro, mas o Botafogo inicia a metade final do Brasileirão com mais desfalques do que em qualquer outro momento da competição. Com três suspensos, além de Rogério e Edilson vetados pelo departamento médico, o técnico Vagner Mancini terá de improvisar para escalar o time que encara o São Paulo, nesta quarta-feira, às 22h, no Mané Garrincha, em Brasília.

Gabriel se coloca à disposição para ajudar o Botafogo na lateral direitaAndré Mourão

A notícia boa seria o retorno de Emerson Sheik, mas, apesar de ter viajado com a delegação, ele não treinou nesta terça-feira e não foi confirmado, em razão de dores na planta do pé direito. Ramírez, Bolatti e Dankler vão cumprir suspensão. Os dois primeiros pelo terceiro cartão amarelo e o último por conta do vermelho que recebeu na derrota para o Atlético-MG.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

O maior problema, porém, é a inesperada ausência de Edilson. O lateral, suspenso, não atuou na última partida e iniciou tratamento para se livrar de dores musculares, mas a recuperação foi mais lenta do que todos imaginavam. Como Lucas deixou o clube e Dankler, que o substituiu contra o Galo, não poderá atuar, Mancini terá de improvisar Gabriel na direita.

Mesmo atuando em alto nível como volante, Gabriel, maior ladrão de bolas da competição, não se importa de trocar de posição.

“Sou atleta do clube. Gosto de atuar como volante, mas se for opção da comissão técnica, estou preparado”, afirmou.

Na frente, Mancini não contará com Rogério, que sofreu concussão cerebral em choque com Edcarlos contra o Atlético-MG. Wallyson, Ferreyra e Yuri Mamute brigam para entrar na equipe. Nesta terça-feira, a CBF divulgou as datas dos jogos contra o Santos pelas quartas da Copa do Brasil: 1º de outubro, às 19h30, no Maracanã; e 16, às 20h30, na Vila Belmiro.