Drubscky quer dar sua cara ao Flu

Com 100% de aproveitamento, o treinador promete acertar a contestada defesa para o clássico

Por O Dia

Rio - Se o sentimento de Ricardo Drubscky foi de alívio após a estreia com o pé direito contra a Cabofriense, o treinador manteve os pés no chão com a vitória de 4 a 2 sobre o Barra Mansa. Mas o sorriso pelos 100% de aproveitamento não esconde a preocupação com o Fla-Flu. Atento aos recorrentes erros da equipe, o novo comandante celebra a semana livre para trabalhar até o decisivo clássico. Quinto colocado com 28 pontos, apenas a vitória interessa aos tricolores.

“Eu preciso das vitórias, não vou negar. Há quatro, cinco dias era o mineirinho que chegava sob desconfiança. E, agora, depois de ganhar duas, não vou me vangloriar. Sou muito pé no chão. Temos de trabalhar firme e pensar muito sério no que temos de fazer”, disse Drubscky.

Ricardo Drubscky tenta implementar o seu estilo no TricolorErnesto Carriço

Hoje, o treinador completa uma semana de trabalho nas Laranjeiras. Sob pressão, administrou bem a rejeição da torcida e se apoiou na estrutura deixada pelo antecessor Cristóvão Borges. Com preciosos dias até o Fla-Flu, Drubscky terá a chance de implantar sua filosofia de maneira mais incisiva nos treinos técnicos e táticos. Certamente, o sistema defensivo ganhará atenção especial em função das bobeadas cometidas nos últimos dois jogos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“ Diria que esta semana será importante. Vou colocar alguns conceitos mais decisivos para nós. Mas eu e os jogadores ainda estamos nos conhecendo. São muitas coisas para chegar aonde quero. Espero que venham vitórias. Se não vierem, que venham pontos, classificação, e que a gente consiga disputar títulos”, disse o treinador.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

A expectativa de contar com a força máxima é detalhe fundamental no planejamento. Nenhum jogador está suspenso. Gum, cansado, deixou a partida contra o Barra Mansa no intervalo. Kenedy, recém-recuperado de uma lesão muscular, foi substituído com cãibras, mas, em princípio, não preocupa para o decisivo Fla-Flu.

Fred mira recorde no Fla-Flu

Além do caráter decisivo que o Fla-Flu terá na configuração da semifinal do Campeonato Carioca, o clássico poderá garantir números expressivos na carreira do capitão Fred. Com os dois gols diante do Barra Mansa, ele chegou a 299 como profissional.

Perto do gol 300, Fred precisa balançar a rede de Paulo Victor só uma vez para se tornar o sexto maior artilheiro do Tricolor, ao lado de Russo, atacante que marcou 149 gols entre as décadas de 30 e 40. “Tomara que saia esse gol. Se puder ser contra um dos maiores rivais... Estou feliz pelos gols e pela vitória. Agora é encarar essa grande final”, disse Fred.