Emocionado, Jorginho pede desculpas à torcida e diz: 'Entreguei minha vida'

Com lágrimas nos olhos, treinador exaltou a luta da equipe para evitar o rebaixamento e confia no retorno em 2017

Por O Dia

Curitiba - Comandante do Vasco durante toda a campanha do returno, Jorginho liderou a equipe em uma reação incrível e por pouco não conseguiu manter o Gigante da Colina na Série A. Na entrevista coletiva após o empate por 0 a 0 contra o Coritiba que decretou o rebaixamento da equipe, o treinador, visivelmente emocionado, pediu desculpas à torcida vascaína e fez questão de exaltar a luta dos jogadores e da comissão técnica.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Sentimento como se tivesse perdido alguém na família, dor muito grande. Queria pedir desculpas ao torcedor do Vasco da Gama, que nos apoiou em todo momento. Se existe algo que foi positivo, além da entrega dos jogadores em todos momentos, foi acreditar no trabalho que viemos a desenvolver a partir do jogo do segundo turno. Se chegamos onde chegamos, com possibilidade de ficar na Primeira Divisão na ultima rodada, tem a ver com o torcedor e fez com que recebêssemos algo a mais. Fica a tristeza de não conseguir objetivo maior, mas a vida continua. São experiências que nos fazem melhores profissionais. O caráter foi muito lapidado nesse período. Falei com todos, falei isso: demos nosso melhor, vamos sair de cabeça erguida. Infelizmente, não foi suficiente para que fugir do rebaixamento. Mas nossa vida profissional continua, vamos procurar fazer o melhor. Alguns partirão, outros ficarão. Os que ficarem, darão o melhor para que o Vasco volte. É o lugar que merece estar. É a realidade, temos que encarar", afirmou Jorginho.

Jorginho assumiu o Vasco após a saída de Celso Roth na derrota para o Coritiba por 1 a 0, na 19ª rodada do Brasileirão. Antes de comandar a equipe na competição nacional, o treinador estreou contra o Flamengo na Copa do Brasil e conseguiu a classificação contra o maior rival. No total, ele comandou a equipe em 19 jogos no Brasileirão, com sete vitórias, sete empates e cinco derrotas, com aproveitamento de cerca de 50%.

Jorginho assumiu o Vasco na lanterna e por pouco não conseguiu salvar a equipe do rebaixamentoPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação