Vasco enfrenta o Criciúma, busca abrir vantagem e seguir tranquilo na liderança

Gigante da Colina não terá o craque Nenê mais uma vez

Por O Dia

Rio - Sem Nenê, em fase final de recuperação de lesão muscular, mas com Éderson, o Vasco encara neste sábado, às 21h, em São Januário, o Criciúma, quinto colocado na tabela, um adversário direto por uma das quatro vagas de acesso à Série A. Uma vitória significará uma confortável vantagem de 12 pontos sobre os catarinenses.

Éderson é esperança de gols do Vasco contra o CriciúmaPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

Para isso, Jorginho aposta na formação que terminou o jogo contra o Bragantino, com três atacantes, já que optou por segurar Nenê para voltar apenas na terça-feira, contra o Ceará. Assim, o Vasco fará a quarta partida seguida sem o seu principal jogador. Pelo menos, nas duas últimas, o time conseguiu vencer, algo que não havia acontecido até então.

“Ainda vamos aguardar mais um pouco. Ele se recuperou bem, mas não se sente totalmente solto e confiante. Então vamos segurar. Para terça-feira, acredito que o Nenê estará melhor. Na segunda-feira, ele já estará à disposição”, explicou Jorginho. Em compensação, o treinador confirmou Júnior Dutra no banco de reservas.

Tiros na casa de Riascos

Afastado do Cruzeiro e à espera da rescisão para voltar ao Vasco, Riascos deixou o Rio nesta sexta-feira. O atacante era esperado para se reapresentar em Belo Horizonte, mas alegou falta de segurança e voltou à Colômbia, segundo o site ‘Globoesporte.com’. Ele comunicou a decisão à CBF.

Apesar de o clube mineiro dizer que deu segurança a Riascos, seu empresário, Mauro Bousquet, não acreditou. “O jogador recebeu ameaça de morte e, na mesma noite, atiraram na casa dele em Belo Horizonte. Por isso, permaneceu no Rio”, disse. De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais, não houve registro algum do caso.

Escalações

Vasco: Martín Silva; Madson, Rodrigo, Rafael Marques e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Andrezinho e Yago Pikachu; Jorge Henrique, Éderson e Thalles.

Criciúma: Luiz; Lucas Taylor, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; João Afonso, Douglas Moreira, Elvis e Juninho; Gustavo e Roberto.