Justiça concede liminar ao Vasco e libera São Januário para o Brasileirão

Partidas contra Grêmio e Chapecoense ainda serão com portões fechados

Por O Dia

Rio - A Colina Histórica está de volta. O desembargador Gilberto Matos da 15ª Câmara Cível do Estado do Rio de Janeiro concedeu efeito suspensivo favorável ao Vasco e liberou o estádio de São Januário. O estádio poderá ser utilizado no próximo dia 9 contra o Grêmio. Esta partida não poderá ter público, assim com o jogo contra a Chapecoense, já que o Cruzmaltino ainda cumpre punição do STJD.

Em seu relatório, o desembargador chamou a interdição de "desproporcional" e "desarrazoada" e lembrou que o STJD já havia liberado o estádio depois de vistoria da CBF. O Vasco instalou uma proteção para que as cabines de imprensa não possam ser invadidas novamente.

São Januário está liberado novamenteDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu a interdição do estádio após a confusão no clássico entre Vasco e Flamengo no último dia 8 de julho. Com o efeito suspensivo, o Tribunal de Justiça irá ouvir a Procuradoria e o Ministério Público para avaliar os seus argumentos. Depois, será marcado o julgamento final. 

Durante o período em que o estádio ficou fechado, o Vasco enfrentou o Santos no estádio Nilton Santos (empate em 0 a 0), e fez três partidas em Volta Redonda - (derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, e empate por 1 a 1 com o Palmeiras). Além disso, a equipe carioca foi punida pelo STJD com a perda de seis mandos de campo.