Em nova noite de confrontos em Paris, pelos menos 25 pessoas são detidas

Manifestantes protestavam contra uma ação policial, há oito dias, na periferia da capital francesa, que deixou um jovem gravemente ferido

Por O Dia

Paris - Pelo menos 25 pessoas foram presas após mais uma noite de distúrbios em diversos municípios da periferia de Paris, oito dias depois da brutal detenção de um jovem por policiais, acusados de atos agressivos e violência sexual. Durante a noite desta quinta-feira, vários veículos foram incendiados, assim como outros espaços públicos acabaram sendo alvos de ataque em localidades como Tremblay-en-France, Pierrefitte-sur-Seine, Bobigny e Noisy-le-Grand, além de Aulnay-sous-Bois, cidade onde aconteceu a violência.

Os jovens desses municípios da periferia norte da capital estão chateados com a atitude da polícia. A prova disso é a prisão de Theo, de 22 anos, no último dia 2, que depois de sua detenção foi transferido para um hospital onde passou por uma cirurgia após sofrer violência sexual. Segundo seu depoimento, foi violentado com um cassetete por um dos quatro policiais da patrulha, que está suspenso como o resto de seus companheiros.

Embora os primeiros elementos da investigação interna da polícia, revelados ontem pela imprensa apontam que o agente não feriu Theo de forma voluntária, o caso levantou uma onda de indignação na França.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência