Carro avança sobre manifestantes durante protesto em Fortaleza

Caso aconteceu na noite deste domingo. Uma pessoa teve ferimento leve. Motorista foi liberado e carro não foi depredado

Por O Dia

Fortaleza - A manifestação de 500 pessoas que fechou a entrada do aeroporto internacional Pinto Martins, em Fortaleza, terminou por volta das 19h deste domingo. Os manifestantes deixaram a avenida Carlos Jereissati depois de quase três horas de protesto contra os gastos públicos para a Copa das Confederações e Copa do Mundo de 2014.

Houve momentos de tensão quando taxistas ameaçaram avançar sobre os protestantes para conseguir deixar os passageiros na área de embarque do aeroporto. Jornalistas foram hostilizados e carros de reportagem de tevês foram pichados. Um motorista de um carro particular chegou a avançar sobre os manifestantes, ferindo um ativista na perna. O motorista recuou e foi liberado sem o carro ser depredado.

A Polícia esteve de prontidão da entrada do aeroporto. Quando o movimento começou a diminuir, as vias de acesso pela Carlos Jereissati foram liberadas. Na saída do protesto alguns manifestantes seguiram pela avenida dos Expedicionários e queimaram dezenas de pneus usados de uma borracharia.

Para esta segunda-feira está marcado um protesto pela manhã, com saída da Faculdade de Direitos da Universidade Federal do Ceará (UFC) e término na Procuradoria de Justiça do Estado. Os manifestantes protestarão contra o que eles consideram violência de policiais nos atos até agora feitos em Fortaleza. Para o jogo entre Espanha e Itália, na semifinal da Copa das Confederações, na próxima quinta-feira, na Arena Castelão, está sendo convocada pelas redes sociais uma grande manifestação.

Últimas de _legado_Brasil