Evite armadilhas em ofertas de até 80% na Black Friday

Com 13º no bolso, consumidor deve controlar impulso e ter cuidado nas compras online

Por O Dia

Rio - Na semana da Black Friday e com o dinheiro do décimo terceiro na mão, os consumidores estão ansiosos para ir às compras. Várias lojas online, além de pontos físicos e shoppings já começaram a baixar os preços. Nesta sexta-feira, data oficial da liquidação e último dia para o pagamento da primeira parcela do abono de Natal, os descontos chegarão a 80%. Mas é importante não se deixar levar pela empolgação e esquecer dos cuidados, principalmente com as vendas pela internet para não se meter em uma cilada.

Coordenadora do Procon/RJ, Soraia Panella afirma que não existe oferta milagrosa. “Mesmo na Black Friday, é preciso desconfiar de preços muito abaixo do mercado. Na maioria das vezes, esses sites que oferecem são fraudes. E depois que o cliente percebe, é quase impossível localizar os responsáveis”, alerta.

Segundo ela, antes de finalizar a compra o consumidor deve verificar se a loja virtual tem CNPJ, endereço, telefone e formas de pagamentos seguras. “É interessante pesquisar em fóruns na internet ou sites como o ‘Reclame Aqui’ para verificar se há muitas críticas. As páginas dos Procons geralmente têm listas dos endereços eletrônicos que não são seguros”, indica.

A atendente de telemarketing Luane Regis, 19 anos, tem esse costume. “Sempre pesquiso antes de fazer alguma compra online e busco referências com as pessoas que já adquiriram produtos naquele site”, conta.

Após se arrepender de uma compra%2C a estudante Fernanda Caldas%2C 19 anos%2C recomenda ter cuidado na hora de aproveitar a Black FridayAndré Mourão / Agência O Dia

Para evitar riscos, o presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), Maurício Salvador, aconselha que o cliente opte sempre por lojas conhecidas. “As virtuais normalmente oferecem os maiores descontos para pagamentos em boleto ou transferência. Porém, é dessa forma que ocorre a maioria das fraudes. É importante ter cautela”, destaca.

Outra crítica é com relação a promoções falsas. Foi o caso da estudante Fernanda Caldas, 19, que se arrependeu de comprar na Black Friday do ano passado. “Comprei um videogame e um celular. Mas não compensou. Depois percebi que a loja aumentou o preço fingido dar desconto. Quando a temporada de liquidação acabou, encontrei os produtos com valores mais baixos nos mesmos estabelecimentos”, lamenta.

De acordo com Maurício Salvador, os comparadores de preços e as redes sociais são grandes aliados dos clientes na hora de verificar se o produto está mesmo com o preço mais baixo. “Hoje, esses mecanismos monitoram os valores dos produtos na véspera da Black Friday e ajudam a identificar possíveis fraudes”, afirma.

Alguns sites que comparam preços informaram que vão exibir um histórico de valores de hoje até sexta-feira dos produtos mais procurados nas liquidações. A novidade é que o consumidor pode observar a evolução dos valores por meio de gráficos e, dessa forma, ter a certeza de que o desconto é verídico.

Entre as páginas que oferecem esse serviço estão o BuscaPé, Zoom, Shop Fácil e Bondfaro. “Os consumidores estão ficando mais atentos e a tendência é que diminua a cada ano a ocorrência de fraudes”, espera Salvador.

PARA TODOS OS GOSTOS

DIVERSIDADE
Este ano, a Black Friday terá ofertas para todos os gostos e em todos os segmentos, desde vestuário, até viagens, eletrônicos e alimentação. O destaque fica com as lojas virtuais, que oferecem ofertas de até 80%.

MERCADO DE LUXO
É o caso do portal Etiqueta Única, que vende produtos usados de marcas como Louis Vuitton, Gucci e Chanel. É possível parcelar em até 12 vezes.

E-COMMERCE

O Peixe Urbano traz uma nova oferta por dia durante todo este mês com descontos de até 75%. Já o Glamour tem ofertas de até 50% durante toda esta semana, em marcas como Calvin Klein e Polo Ralph Lauren.

VIAGEM

A Accor anunciou descontos de 30% nos hotéis para reservas feitas na sexta-feira. Já MSC Cruzeiros vai baixar os preços em 40% para diversos roteiros.

SHOPPINGS

O Madureira Shopping terá descontos de até 70%. Já os shoppings Bangu, Carioca, Caxias, Grande Rio,Passeio, Santa Cruz, Boulevard Campos, Pátio Alcântara e São Gonçalo terão ofertas a partir de 50%. Também participam da Black Friday o Center Shopping, Fashion Mall, Ilha Plaza, NorteShopping, Plaza Macaé, Plaza Niterói, Recreio Shopping, Casa & Gourmet, Shopping Tijuca, Via Brasil e West Shopping.

Operadoras apostam em smartphones

Para quem pensa em trocar de celular, este é o momento certo. A partir da meia-noite de quinta-feira, a Vivo, por exemplo, vai oferecer descontos de até 80% em smartphones, como o Samsung Galaxy S4, Nokia Lumia 635 e Moto E Dual. O cliente terá frete grátis para todo o país e poderá pagar em até doze vezes sem juros.

A Oi, por sua vez, reduzirá preços pela metade de sexta-feira até o dia 30 deste mês para aparelhos desbloqueados. Como o modelo LG Optimus F3, que estará com 57% de desconto, a R$ 299. Já o iPhone 4S com 32GB custará R$1.399, oferta de 30%.


Ofertas de até 50% para matar a fome

Até o segmento de alimentação aderiu às promoções de olho na Black Friday. De hoje até sexta-feira, a hamburgueria Joe&Leo’s do Shopping Casa&Gourmet, em Botafogo, por exemplo, venderá o hambúrguer Black Friday que custava R$34,90 por R$ 24,90.

Já a lanchonete Fry’s vai oferecer na sexta-feira 50% de desconto em qualquer produto das quatro lojas (Barra Shopping, Downtown e Nova América).

A rede de supermercados Extra anunciará até quinta-feira ofertas em dois itens nas categorias eletro e alimentos, válidas por apenas um dia. E na sexta-feira, segundo o estabelecimento, haverá mais descontos negociados exclusivamente para a data, com preços vantajosos.



Últimas de _legado_Economia