Limpadores de janela ficam pendurados em torre de Nova York

Os trabalhadores estavam no penúltimo andar do arranha-céu de 182 metros de altura. Os bombeiros fizeram o resgate

Por O Dia

Nova York (Estados Unidos)  - Dois limpadores de janela foram resgatados nesta quarta-feira pelos bombeiros de Nova York após ficarem pendurados no alto da Torre Hearst. O andaime onde eles trabalhavam quebrou, desencadeando uma espetacular operação de resgate e o corte do tráfego em pleno centro de Manhattan.

Os dois trabalhadores ficaram pendurados pouco depois das 14h30 locais (15h30 de Brasília) na fachada do edifício projetado por Norman Foster, na altura do 45º andar, o penúltimo deste arranha-céu de 182 metros de altura. O resgate aconteceu do terraço do edifício. Enquanto isso,  a esquina da rua 57 com a Oitava Avenida, onde se situa a Torre Hearst, foi cortada pela polícia para facilitar a operação.

Limpadores de janela ficam presos em prédio de Nova YorkReuters


Parte da equipe de resgate desmontou as janelas do 44º andar como alternativa para chegar aos trabalhadores pendurados, que foram, finalmente, resgatados. A Torre Hearst, inaugurada em maio de 2006, foi o primeiro arranha-céus construído em Nova York depois da destruição das Torres Gêmeas nos atentados de 11 de setembro de 2001. A sede da empresa de comunicações Hearst Corporation fica localizada no edifício.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência