Mais de dez suspeitos de ataque em Nairóbi foram detidos, diz polícia

Ainda é possível escutar rajadas de tiros de dentro do centro comercial, onde terroristas seguem entrincheirados com reféns

Por O Dia

Quênia - A polícia quiniana informou nesta segunda-feira que mais de dez suspeitos envolvidos no ataque realizado pela milícia radical somali Al Shabab a um centro comercial de Nairóbi foram presos.

"Detivemos mais de dez indivíduos para interrogá-los em relação ao ataque" do shopping Westgate, afirmou a polícia em sua conta no Twitter. "Pedidos aos quenianos que mantenham a calma e informem sobre indivíduos ou atividades suspeitos à agência de segurança do governo mais próxima", afirmou a polícia.

Tiroteio matou 15 pessoas e deixou vários feridos em NairóbiReuters

Ainda é possível escutar rajadas de balas de vários tipos de armas de dentro do centro comercial, onde entre 10 e 15 terroristas seguem entrincheirados com um número indeterminado de reféns.

Por enquanto, segundo a polícia, "três terroristas morreram e outros sofreram ferimentos" em enfrentamentos com as forças de segurança, que controlam todos os andares do shopping mas ainda não conseguiram neutralizar a ação dos terroristas.

Até o momento, 62 civis morreram no atentado, que deixou também 175 feridos, confirmou hoje o ministro queniano do Interior, Ole Lenku. Segundo a polícia, onze soldados do exército queniano ficaram feridos em confrontos com os terroristas.

Cerca de mil pessoas foram evacuadas do shopping, um dos mais movimentados e luxuosos do Quênia, desde o início do ataque, no sábado.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência