Marinha da Itália resgata 320 imigrantes e retira 40 corpos de navio superlotado

Até 320 foram retirados da embarcação com vida; até agora, 2.100 imigrantes morreram no mar tentando fazer a travessia

Por O Dia

Itália - Pelo menos 40 imigrantes morreram em uma embarcação pesqueira em direção à Itália no mar Mediterrâneo, diante do litoral da Líbia, segundo confirmou neste sábado a Marinha italiana.

Resgate de imigrantes no Mar Mediterrâneo feito pela Marinha italianaReprodução Twiiter

"Continuam em curso as atividades (de resgate) em um barco por parte da Nave Cigala Fulgosi #MarinaMilitare. Salvos vários imigrantes. Pelo menos 40 mortos", confirmou a Marinha em mensagem na rede social de Twitter.

Cerca de 5 mil imigrantes por semana podem chegar à Itália pelo mar provenientes de portos do norte da África nos próximos cinco meses, se não forem tomadas medidas para conter a situação, segundo projeção do Ministério do Interior.

Os números, publicados no último dia 23 pelo jornal de Roma "Il Messaggero" e confirmados por uma fonte do ministério, apontam que 200 mil podem chegar até o fim do ano.

Nesta segunda-feira (10), um total de 1.552 imigrantes foram resgatados nas águas do Mediterrâneo quando tentavam chegar à Itália procedentes do litoral norte da África, informou a guarda costeira italiana.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência