Boko Haram mata 34 na Nigéria

Grupo é acusado de ter matado pelo menos 17 mil pessoas

Por O Dia

Nigéria - A cidade nigeriana de Maidugari enfrenta há várias semanas uma onda de atentados suicidas que deixaram dezenas de mortos. Os ataques são atribuídos ao Boko Haram. No entanto, o grupo não reivindicou os atentados. Nas últimas 24 horas, 34 pessoas morreram em uma série de ataques na capital do Estado de Borno, no extremo nordeste da Nigéria.

Nesta sexta-feira, três mulheres-bomba atacaram o bairro de Umarari, na zona oeste da cidade, e mataram quatro pessoas. Os atentados também deixaram 17 feridos. Na quinta-feira, duas pessoas cometeram um atentado durante a oração em uma mesquita do bairro de Molai, uma ação que deixou 30 mortos. Desde março o grupo jihadista Boko Haram jurou lealdade ao Estado Islâmico. O Boko Haram é acusado de ter matado pelo menos 17 mil pessoas e provocado a fuga de 2,5 milhões de habitantes desde 2009.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência