Jovens detidos durante protestos são liberados

Alvará de soltura foi solicitado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB

Por O Dia

Rio - Os três jovens que permaneciam detidos na 5ª DP (Centro) por terem, supostamente, arremessado pedras contra policiais militares nas manifestações desta quinta, foram soltos na tarde dessa sexta-feira. Rodrigo Faria Barreto, de 20 anos; Armando Herz Faria, de 19 e Francisco Alves, de 24; responderão em liberdade por formação de quadrilha, desobediência, agressão e corrupção de menores.

Protesto em frente ao Palácio Guanabara acabou em confusãoJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia


Na delegacia, os jovens não foram reconhecidos pelo policial que disse ter sido agredido. O alvará de soltura foi solicitado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB em parceria com o Instituto de Defesa dos Direitos Humanos. Para Silva Herz, mãe de Armando, a prisão se deu por uma fatalidade.

“Eram as pessoas erradas, na hora errada, no local errado. Quanto ao meu filho, garanto que nunca foi filiado a qualquer partido político ou manifestante radical. Trata-se de um simpatizante da causa, que estava próximo ao conflito e foi confundido com um criminoso”, garantiu a mãe do jovem que é estudante de Veterinária.

Últimas de Rio De Janeiro