Estudantes de medicina da Gama Filho ocupam reitoria

Alunos estão acampados no campus de Piedade. Cremerj afirma que apoiará ação

Por O Dia

Rio - Alunos da Universidade Gama Filho ocuparam, nesta segunda-feira, a reitoria da universidade do campus de Piedade, na Zona Norte do Rio. Eles estão acampados no local e protestam contra o descaso dos gestores e das autoridades competentes com os próprios estudantes e com o curso. Segundo eles, em menos de seis meses houve duas greve dos professores devido à falta de pagamento. Além disso, os alunos exigem a consolidação de um compromisso oficial com os docentes e funcionários administrativos, a confirmação da manutenção dos convênios para cenários práticos, a garantia do aumento da segurança no campus e arredores e relatórios financeiros, planilhas de fluxo de caixa e de orçamento dos últimos anos.

Os estudantes pedem ainda a intervenção do Ministério da Educação para que o problema da universidade seja solucionado. Segundo os manifestantes, eles não irão mais tolerar os absurdos que estão sendo cometidos e não sairão da reitoria até que as respostas sejam dadas e os problemas sejam solucionados.

A diretoria do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) afirmou que vai acompanhar e apoiar a manifestação dos alunos.

Para a diretoria do Cremerj o caso da Universidade Gama Filho "mostra o verdadeiro descaso das autoridades com a Saúde pública do Rio de Janeiro, que vem atinge desde os universitários de medicina". 

Últimas de Rio De Janeiro