Procon autua oitava empresa de carros-pipa em operação

Média de preços praticado pelo mercado antes do desabastecimento girava em torno de R$ 500 e R$ 600

Por O Dia

Rio - A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon-RJ, autuou nesta quinta-feira mais uma empresa de carros-pipa por cobrança abusiva de preço: a Dudu Água, sediada em São Gonçalo. Com isso, sobe para oito o número de empresas autuadas pelo órgão.

A equipe de fiscalização encontrou notas fiscais na sede da empresa que comprovam a venda de pipa d'água - com capacidade para 10 mil litros - por R$ 1.000 exatamente no período de falta de água na cidade do Rio em decorrência de manutenção da Estação de Tratamento do Guandu. A média de preços praticado pelo mercado antes do desabastecimento girava em torno de R$ 500 / R$ 600.

As outras sete empresas autuadas são Água Salim Transporte, Águas Boas, Celular Pipa D'água, Jeferson e Celso Transporte de Água Potável, Malta Transporte de Água, Águas Siqueira, e Grupo Tavares.

Últimas de Rio De Janeiro