Marcha para Jesus espera reunir 500 mil pessoas no Centro

Evento evangélico será realizado pela 14ª vez hoje, entre 15h e 20h, com apresentação de cantores de música gospel e pregação de pastores

Por O Dia

Rio - ‘Eu Sou de Jesus, Eu Sou Campeão”. É com esse lema que a 14ª edição da Marcha para Jesus Rio — maior evento evangélico do estado — se prepara para receber hoje, das 15h às 20h , mais de 500 mil pessoas no Centro do Rio. O evento, gratuito, terá início em frente ao Detran, na Avenida Passos esquina com Presidente Vargas, onde oito trios elétricos acompanharão os fiéis durante o trajeto até o palco montado na Cinelândia. Vinte e dois cantores gospel se apresentarão e quatro pastores farão pregações.

Caravanas de vários pontos do Rio são esperadas para assistir artistas como Andre Valadão, Bruna Karla, Fernandinho, Fernanda Brum, Eyshila, Jozyanne, Nani Azevedo, Kleber Lucas e Perlla, e grupos como Ministério Apascentar, Comunidade Zona Sul, Gospel Night. Presidido pelo pastor Silas Malafaia, o Conselho de Ministros Evangélicos do Estado do Rio de Janeiro é o responsável pela realização da Marcha para Jesus. As camisas oficiais e todo o material informativo estarão no clima da Copa do Mundo.

A edição do ano passada da Marcha para Jesus Rio%3A oito trios elétricos acompanharão os fiéis durante o trajeto até o palco na CinelândiaDivulgação

“Esperamos receber o mesmo número do evento anterior, que reuniu mais de 500 mil pessoas, público recorde da Marcha, que aconteceu pela primeira vez em 1998. O evento é um ato profético para abençoar toda cidade”, diz Silas Malafaia. Questionado sobre a possibilidade de grupos de manifestantes se infiltrarem na Marcha para protestar, Silas Malafaia não titubeou. “Não vamos permitir baderna. Serão rechaçados”, garantiu.

A Marcha para Jesus Rio faz parte do calendário oficial de eventos da cidade. “Não tem envolvimento com partidos políticos. É um evento para todas as igrejas se unirem”, avisa Malafaia.
Além de Malafaia, a pregação ficará a cargo de três pastores: Marcus Gregório do Ministério Apascentar de Nova Iguaçu; Marco Antônio Peixoto, da Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul; e Abner Ferreira, da Assembleia de Deus de Madureira.

A cantora gospel Eyshila será um dos destaques musicais do eventoDivulgação

Convertida ao evangelho há três anos, a ex-funkeira Perlla, será uma das atrações musicais no evento. Ela será uma das estreantes da Marcha para Jesus Rio. “Será muita emoção participar de um evento tão grande como este”, afirma a cantora. Já para a cantora Jozyanne, que participa da Marcha pela sexta vez, o público deixará o local com um pensamento diferente: “Estamos num momento de violência e manifestações. Vamos pedir paz. É hora de buscar Deus”.

Transporte público é recomendado

A Prefeitura do Rio recomenda que os participantes da Marcha para Jesus utilizem o transporte público. Não será permitido estacionar na Avenida Presidente Vargas, na altura da (Saara): a via estará fechada para o evento naquele trecho. Também será proibido o estacionamento em toda a extensão da Avenida Rio Branco.

Para quem planeja ir de Metrô, não haverá esquema especial. Porém, a concessionária informou que pode disponibilizar trens extras se houver necessidade. A linha 2 funciona entre 5h e 23h30. A linha 1, entre 5h e meia-noite. Para a volta para casa, a SuperVia oferecerá 12 mil lugares nos trens. Haverá reforço entre 20h e 21h05. Para a ida e volta do evento, o passageiro pode se programar, por meio da seção ‘Planeje sua Viagem’ no site www.supervia.com.br.

Esquema especial

Para viabilizar a realização da Marcha, com o mínimo de interferência na circulação viária, a Prefeitura do Rio vai implantar esquema especial de tráfego em toda a região. A operação de trânsito contará com a participação de 120 agentes, entre Guardas Municipais, controladores da CET-Rio e apoiadores terceirizados contratados pelos organizadores do evento.

Eles trabalharão para manter a fluidez, coibir o estacionamento irregular, orientar pedestres, ordenar a chegada e saída dos ônibus e efetuar os bloqueios necessários. Serão utilizados 15 painéis de mensagens variáveis, entre fixos e móveis, que informarão sobre os horários dos diversos fechamentos, as restrições de estacionamento e as rotas alternativas, além das condições do tráfego. O Centro de Operações Rio (COR) estará monitorando toda a área do evento com câmeras.

Às 12h, a pista lateral da Avenida Presidente Vargas, será interditada a partir da Av. Passos, para acomodação do público que vai participar do evento. Às 15h30, será fechada a Av. Rio Branco, entre a Av. Presidente Vargas e Rua Santa Luzia, e a Av. Chile entre a Rua do Lavradio e a Rio Branco, para o deslocamento do público em direção a Cinelândia.

Será implantado um sistema de mão dupla de circulação de veículos na Rua Primeiro de Março a partir das 14h30 com o objetivo de diminuir o impacto das interdições. Todas as vias que são transversais a Avenida Rio Branco permanecerão interditadas até a liberação da mesma.

Últimas de Rio De Janeiro