Licitação do BRT Transbrasil é adiada pela quarta vez

Possibilidade de corredor ser inaugurado a tempo das Olimpíadas está cada vez mais distante

Por O Dia

Rio - A possibilidade de o BRT Transbrasil ser inaugurado a tempo das Olimpíadas está cada vez mais distante. Nesta quinta-feira, a licitação do primeiro trecho do corredor expresso para ônibus, que vai ligar Deodoro ao Caju, foi adiada pela quarta vez desde janeiro. A nova data não foi marcada. A estimativa é de que as obras tenham dois anos de duração.

A Secretaria Municipal de Obras (SMO) informou que ainda aguarda o Tribunal de Contas do Município (TCM) terminar o julgamento do recurso de uma das empresas candidatas. Além disso, outra concorrente obteve ontem um mandado de segurança suspendendo o processo.

O corredor de BRT, que deve formar uma rede com o Transcarioca, Transoeste e Transolímpica (em construção), não integra a matriz de responsabilidades assumidas pela prefeitura junto ao Comitê Olímpico Internacional, mas constava na lista dos legados dos Jogos. O trajeto do Transbrasil acompanha o traçado da Avenida Brasil, até o Caju. De lá, o projeto prevê a continuação do corredor até a Candelária, no centro, passando pela Central.

Últimas de Rio De Janeiro