Bope apreende fuzis durante operação no Morro do Juramento

Novo tiroteio na comunidade neste sábado assustou os moradores da região. Uma mulher foi vítima de bala perdida

Por O Dia

Rio - Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) apreenderam neste sábado um verdadeiro arsenal na mata do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. Os PMs apreenderam 11 fuzis - de origem estrangeira - e diversos carregadores após intenso tiroteio com os criminosos. A ocorrência foi registrada na 27ªDP (Vicente de Carvalho). A comunidade convive com uma guerra entre traficantes desde a semana passada. Nesta manhã, uma mulher ficou ferida durante novo confronto.

A operação foi realizada em conjunto com o Batalhão de Choque, Batalhão de Ações com Cães (BAC) e Grupamento Aeromóvel (GAM), além do 3°BPM (Méier), 9° BPM (Rocha Miranda) e 41ºBPM (Irajá). 

Policiais do Bope apreenderam neste sábado vários fuzis durante operação no Morro do Juramento após novo tiroteio na comunidadeDivulgação

Com a apreensão do tráfico no morro do Juramento, sobe para 30 o número de fuzis apreendidos nos 24 dias do ano. Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Pinheiro Neto, a operação foi "a maior ofensiva contra o crime organizado dos últimos tempos".

"Trata-se do resultado das operações desencadeadas em larga escala pela PM em todo o estado. Estamos realizando a maior ofensiva contra o crime organizado dos últimos tempos. São armas estrangeiras que entraram no país ilegalmente e representam uma ameaça para a população", declarou ele, que finalizou:  "Não vamos recuar um só instante no processo de pacificação do Rio de Janeiro".

Mulher é a oitava vítima em conflitos em oito dias

A mulher ferida no confronto na comunidade foi a oitava vítima em conflitos envolvendo armas de fogo em oito dias, no Rio de Janeiro. A mulher, que não teve o nome revelado, foi encaminhada e atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá.

Por meio de mensagens enviadas ao WhatsApp do DIA (98762-8248), moradores da região relataram o clima tenso e de extrema insegurança na região. Inclusive, áudios enviados por eles reproduzem o que parecem ser disparos de armamento pesado: "Falaram até em granada", contou uma moradora que prefere não se identificar por questões de segurança.

A assessoria da Polícia Militar, através de informações do Serviço Reservado, P2, do 41ºBPM (Irajá), confirmou o confronto na região depois que moradores entraram em contato com o DIA. De acordo com a PM, o conflito seria entre traficantes da comunidade e bandidos do Complexo da Pedreira, que estariam tentando uma invasão ao Juramento.

Assustados, alguns moradores contaram que tentaram se abrigar na estação do BRT Transcarioca Marambaia. No entanto, segundo a assessoria da concessionária, não houve confirmação de conflitos da região e a circulação de coletivos seguia normalmente nesta manhã. Entre 9h e 9h30, a estação Vicente de Carvalho, do MetrôRio, chegou a ser parcialmente fechada por dez minutos para proteção dos passageiros. Logo depois a estação voltou a operar normalmente.

Últimas de Rio De Janeiro