Disque-Denúncia lança cartaz para localizar bandidos que roubaram 121 projetores

Equipamentos estão avaliados em R$ 25 milhões e foram levados de um depósito, localizado nas imediações da Favela de Vigário Geral

Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados lança nesta quarta-feira, cartaz com intuito de obter informações sobre os criminosos que roubaram 121 projetores digitais de cinema e equipamentos de última de geração, para salas de cinema, de um depósito na Rua Júpiter, que fica localizado nas imediações da Favela de Vigário Geral, Zona Norte do Rio, no último fim de semana. O depósito pertencia a uma firma contratada pelos importadores. No local havia também um sistema de monitoramento, que foi levado pelos bandidos.

Os equipamentos, que seriam distribuídos para salas de cinema do sul do país e também para o interior de São Paulo, estariam avaliados em R$ 25 milhões — incluindo o valor do produto e a logística de transporte e entrega — de acordo com a empresa responsável pela distribuição dos conjuntos.

Segundo o diretor da empresa, os vizinhos acharam que se tratava de uma operação normal, pois os criminosos abriram normalmente a porta lateral do depósito, empurraram as empilhadeiras e usaram caminhões que eles mesmos levaram, em um total de seis. Cada conjunto do sistema de projeção pesa de 100 a 150 quilos, são volumosos e grandes.

Os projetores roubados seriam utilizados para substituir os de sistema analógicos por digitais. Segundo informações da empresa responsável, os equipamentos não teriam utilidade para quem roubou. Eles só funcionam quando o número de série é fornecido pelo dono do conteúdo, o estúdio, ou o distribuidor, para as salas que vão exibir. As principais peças têm números de série rastreáveis.

Todas as informações recebidas serão encaminhadas para Delegacia de Roubo e Furtos de Cargas (DRFC), que está encarregada do caso.

Quem tiver alguma informação a respeito da identificação, localização e paradeiro dos criminosos e também dos equipamentos, denuncie, enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entre em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital.

O Anonimato é garantido. A Coordenação do Portal dos Procurados, alerta à população para não investigar por conta própria, devendo apenas relatar à polícia a sua suspeita.

Últimas de Rio De Janeiro