Criança é atingida em tiroteio no Complexo do Alemão

Vítima, de apenas três anos, foi baleada na perna esquerda; confronto entre PMs e bandidos ocorreu no Areal

Por O Dia

Pequeno David Soares%2C de apenas 3 anos%2C foi baleado na perna esquerda durante tiroteio no Areal%2C no Complexo do AlemãoReprodução / Voz da Comunidade

Rio - Mais um inocente foi vítima, na manhã de segunda-feira, da violência no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. Após troca de tiros entre policiais e traficantes, o pequeno David Soares, de 3 anos, foi atingido por estilhaços de bala perdida na perna esquerda. Apesar do susto, a criança passa bem. Já no Morro do Chapadão, na Pavuna, cinco suspeitos foram feridos após confronto. Dois deles não resistiram e morreram.

Segundo a família, David foi atingido por estilhaços de bala quando brincava com a irmã, pela manhã, em casa, na localidade conhecida como Areal. A vítima foi levada ao Hospital Salgado Filho e à UPA do Alemão, antes de ser liberada no final da tarde. Ele não corre risco.

“Ele estava brincando quando, de repente, vieram os policiais atirando. Graças a Deus não foi nada mais grave”, informou a tia do menino, que o acompanhou durante atendimento médico.

De acordo com o Comando de Polícia Pacificadora (CPP), agentes da unidade foram recebidos a tiros por criminosos armados na localidade conhecida como Areal, por volta das 8h30, e houve confronto.
Ainda segundo o comando da unidade, uma ação de varredura foi realizada na tentativa de localizar os responsáveis pelos disparos, no entanto, ninguém foi preso.

De acordo com relatos publicados na redes sociais, os disparos foram ouvidos em vários lugares do conjunto de favelas, como Nova Brasília, Grota, Areal, Alvorada, Fazendinha e Canitar.
A mãe da vítima será chamada para prestar depoimento na 45ª DP (Complexo do Alemão), onde o caso será registrado. Além disso, o boletim de atendimento médico foi solicitado pela delegacia ao hospital. Os policiais pretendem descobrir em quais circunstâncias a criança foi atingida.

No Chapadão, em Costa Barros, dois suspeitos foram mortos e outros três ficaram feridos, segundo a polícia, após troca de tiros com equipe do 41º BPM (Irajá), que patrulhava a Rua Alcobaça, um dos acessos à comunidade. De acordo com os PMs, mais de 12 criminosos em quatro carros roubados deixavam a comunidade dominada por quadrilha do Comando Vermelho (CV).

Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde seguem internados sob custódia. Pela manhã, durante operação, dois suspeitos foram detidos e outros quatro menores, apreendidos. Em ambas as ações, os PMs encontraram drogas e armas com os acusados.

Reportagem de Clara Vieira, Diego Valdevino e Felipe Freire

Últimas de Rio De Janeiro