Suspeito da morte de prefeito de Macuco é preso em São Gonçalo

Daniel Aleixo Guimarães foi localizado na casa de sua mãe e polícia acredita que crime em abril teve motivação política

Por O Dia

Rio - Um homem suspeito de assassinar o ex-prefeito de Macuco, Rogério Bianchini (PMDB), foi preso na manhã desta quinta-feira, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Daniel Aleixo Guimarães, de 31 anos, foi localizado pelos agentes da Divisão de Homicídios (DH) de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí na casa da mãe, no bairro Porto da Pedra. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva por homicídio.

Daniel Aleixo Guimarães foi preso nesta quinta-feira%2C em São Gonçalo%2C na Região MetropolitanaReprodução / TV Globo

O crime aconteceu na manhã do dia 30 de abril deste ano, na porta da residência de Bianchini, no município da Região Serrana. As investigações apontam que o assassinato possa ter algum interesse político, já que meses antes, Daniel Aleixo havia sido contratado pelo vereador Daniel Borges (PSC) para trabalhar na Câmara Municipal de Macuco.

LEIA MAIS: Ex-prefeito de Macuco é morto a tiros na porta de casa

"O nosso suspeito como executor da morte do ex-prefeito era morador de São Gonçalo e teria sido contratado para trabalhar na câmara de vereadores três meses antes e sido demitido uma semana depois de cometer a execução. Esse fato denota que o crime tem uma natureza política e a investigação segue essa linha que existe mandantes com interesses políticos neste crime", afirmou o delegado Fábio Barucke, ao RJTV.

De acordo com o delegado, no período em que esteve trabalhando em Macuco, Daniel Aleixo alugou uma casa perto de onde morava o ex-prefeito. O objetivo era conhecer a rotina da vítima. "Isso denota que ele tinha o interesse em verificar a vida (do ex-prefeito) e praticar o crime com maior facilidade. Ele foi reconhecido e agora a investigação segue para identificar os mandantes desse crime", finaliza.

Últimas de Rio De Janeiro