Viagem de ida e volta na Linha Amarela pode passar a ter um só pedágio

Câmara aprova isenção ao motorista que voltar pela via em até duas horas após o pagamento

Por O Dia

Rio - Os motoristas usuários da Linha Amarela ganharão o direito de pagar apenas uma vez o pedágio se fizerem uma viagem de ida e volta no intervalo de até duas horas. A medida foi aprovada em sessão extraordinária da Câmara Municipal na noite de anteontem, mas ainda depende da sanção do prefeito Eduardo Paes para entrar em vigor.

Se receber o aval do Executivo, o Projeto de Lei 1042/2014 vai valer para carros e motos. Atualmente, quem cruza a praça de pedágio não tem tempo de tolerância para fazer o caminho inverso de graça.

Nova lei%2C que ainda depende de sanção do prefeito%2C beneficiará apenas carros de passeio e motocicletasBanco de imagens

De acordo com o texto, elaborado pelo vereador Renato Moura (PSC), o motorista que apresentar o comprovante de pagamento do pedágio, dentro do prazo estabelecido de até duas horas, ficará isento da segunda cobrança. Caberá à Lamsa, concessionária que administra a via, fornecer o benefício da gratuidade para aqueles que utilizam o dispositivo automático de tarifas, como Sem Parar e similares.

“Quero evitar que os motoristas sejam tarifados duas vezes, quando permanecem pouco tempo em seus compromissos. A cobrança de apenas uma tarifa é uma solução prática que também contribuirá para reduzir o congestionamento nas praças de pedágio”, aponta Renato Moura.

O projeto de lei se estende a todas as vias expressas municipais com pedágio. Por enquanto, a Linha Amarela é a única via concedida à iniciativa privada em operação, mas a futura Transolímpica deve ser também afetada pela nova lei.

A assessoria de comunicação do prefeito informou que ele terá 15 dias úteis para decidir se sanciona ou não o projeto após tomar conhecimento formal do conteúdo aprovado pelos vereadores. Cerca de 100 mil veículos trafegam diariamente nos dois sentidos da Linha Amarela. A via tem a tarifa de pedágio mais cara da Região Metropolitana, de R$ 5,90. O projeto de lei está em tramitação desde novembro do ano passado. A Lamsa informou que só vai se pronunciar após a análise do prefeito.

Teleférico terá horário estendido

Motivo de reclamações dos moradores do Complexo do Alemão nos últimos tempos, os horários de funcionamento do Teleférico do Alemão serão ampliados a partir da próxima segunda-feira. O novo esquema foi definido ontem à tarde após reunião da SuperVia, responsável pela operação do transporte, com a Secretaria Estadual de Transportes.

No encontro, também foi decidido que o contrato administrativo entre a concessionária e o governo do estado, até então previsto para terminar no dia 7 de julho, foi estendido por mais dois meses. Enquanto isso, a Secretaria de Transportes seguirá com o processo de licitação para a nova administração do serviço.

De segunda a sexta-feira, o teleférico vai funcionar das 6h às 20h (em vez das 8h às 20h), e, aos sábados, das 8h às 18h (em vez das 10h às 18h). A operação continuará suspensa aos domingos e feriados. O motivo não foi esclarecido oficialmente.

Moradores do Alemão devidamente cadastrados e munidos de RioCard têm direito a duas passagens gratuitas por dia. A cobrança permanece apenas na estação Bonsucesso.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas