Mulheres à frente de negócios

Médio Paraíba tem maior índice de empreendedoras do estado. Premiação será lançada nesta terça

Por O Dia

Rio - No Estado do Rio, quase metade (48%) dos Microempreendedores Individuais (MEI) — que trabalham por conta própria, têm seu negócio legalizado e faturam até R$ 60 mil — são mulheres. Na Região do Médio Paraíba este percentual chega a quase 60%, o maior do estado. No Brasil, o empreendedorismo feminino cresceu 21,4% em uma década. Estudo do Sebrae e Dieese mostra que de cada dez pequenos negócios em atividade no Brasil, três são comandados pela força feminina.

Para estimular cada vez mais os empreendimentos criados e administrados por mulheres, o Sebrae/RJ lança nesta terça-feira, em Volta Redonda, a edição 2013 do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Criada em 2004 para incentivar o empreendedorismo feminino, a premiação registra um aumento no número de empreendedoras ao longo dos anos. Em 2012, foram 5,4 mil inscrições em todo o Brasil e a etapa estadual registrou 65 finalistas.

O estudo do Sebrae analisou o perfil de gênero nos pequenos negócios – aqueles que faturam até R$ 3,6 milhões por ano – entre os anos de 2001 e 2011 e revelou que as empreendedoras são jovens: 41,3% têm entre 18 e 39 anos e 52% têm entre 40 e 64 anos. O setor em que as mulheres mais empregam é o Comércio, com 42% de empregos gerados, sendo a venda de roupas, acessórios e calçados, a atividade com maior concentração feminina, seguidi de Serviços e Indústria.

Em Volta Redonda, o prêmio será lançado durante o Encontro Empresarial Mulheres de Negócios, na Associação Comercial (Aciap). As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de julho pelo site www.mulherdenegocios.sebrae.com.br ou em qualquer unidade do Sebrae. Durante o evento, haverá palestras e sorteio de brindes. A participação é gratuita.

Últimas de _legado_O Dia no Estado