Coluna Esplanada: Jogos contra a corrupção

Apostas estão altas no projeto da legalização dos jogos de azar

Por O Dia

Brasília - As apostas estão altas no projeto da legalização dos jogos, prestes a ser votado no plenário do Senado. Há pressão dos órgãos fiscalizadores. O relator, senador Fernando Bezerra (PSB-PE), pediu adiamento da votação. Há pressão dos órgãos fiscalizadores. Na segunda e ontem ele recebeu procuradores e delegados federais, respectivamente. O grupo propôs a criação de um fundo de arrecadação sobre os jogos para combate à corrupção e lavagem de dinheiro. A ideia foi bem-vinda no Congresso e no setor, que pretende derrubar a tese de que só cassinos e bingos são ligados à máfia.

Gira a roleta

Os empresários do Jogo torcem para o projeto do Senado avançar e ser apensado às 14 propostas que tramitam na Câmara. Isso dará celeridade para sanção ainda este ano.

Super Caixa

Ministros próximos do presidente Michel Temer defendem o controle dos jogos para a Caixa, que daria concessões para bingos, cassinos, Bicho. E também fiscalizaria.

Garantia

O presidente Temer, seguro de que fica no cargo, tem dito a aliados e empresários que o visitam que o País crescerá 4% em 2017. Por baixo.

Vem listão

O presidente Michel Temer oficiou os ministérios há uma semana para que entreguem ao Senado a lista de obras federais inacabadas. A subcomissão para o assunto é tocada pelo senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) na Comissão de Fiscalização e Controle. O Governo garante ter verbas para retomar muitas obras de infraestrutura.

Sem chance

A despeito de ser ou não cassado, Eduardo Cunha não verá seu principal legado avançar no Senado após a gestão Renan Calheiros – a redução da maioridade penal e a flexibilização da venda de armas. É péssima sua relação com Eunício Oliveira, o favorito para presidir o Congresso ano que vem.

Virou feira

O estacionamento no anexo IV da Câmara dos Deputados virou uma feira, terra sem lei. Tem estande de venda de milhas aéreas, barraquinha de perfumes e agora até van com troca de óleo – e vagas bloqueadas.

Filhos sem pai

O deputado Flavinho (PSB-SP) inspirou-se na legislação americana e apresentou o PL 5789. O texto proíbe estuprador de ter qualquer contato com criança gerada.

Crise no chão

A Associação dos Empregados da Infraero vai protocolar no MP Federal denúncia de calote das concessionárias sócias da Infraero. Como notório, houve demissões.

Cigarros hermanos

A operação da PF que cercou quadrilha de contrabando de cigarros pode chegar à Tabesa e afiliadas, a fábrica de cigarros de propriedade do.. presidente do Paraguai, Horácio Cartes. Os produtos entram no Brasil sem pagar bilhões em impostos por ano.

Para entender

Não são cigarros falsificados de marcas famosas. São cigarros comercializados no Brasil sem qualquer fiscalização, controle e com sonegação.

Aviso prévio

A BR-156 no Amapá será bloqueada a partir de amanhã, por tempo indeterminado, entre os quilômetros 64 e 94. Já é uma porcaria para trafegar, e mais esta. Movimento indigenista cobra nomeação urgente de novo presidente da Funai e garantias de direitos.

Já escolheu

O PSC já apresentou ao presidente Temer o nome do novo presidente da Funai. E foi aprovado. Será anunciado em alguns dias.

Ponto Final

MP, Igreja e a Globo são contra a legalização dos jogos. Cada qual com seus motivos.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Rio De Janeiro