Morre jurista Evaristo de Moraes Filho aos 102 anos

Filho foi um dos mais importantes advogados trabalhistas do Brasil e ocupava uma cadeira da Academia Brasileira de Letras

Por O Dia

Rio - Vai ser enterrado logo mais às 16h, no cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, o corpo de Evaristo de Moraes Filho, de 102 anos, jurista e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL). 

Filho era professor emérito da UFRJ e ocupava a cadeira de número 40 da ABL desde 1984Reprodução/TV Globo

Evaristo de Moraes foi o quinto ocupante da cadeira de número 40 da Academia Brasileira de Letras. Além de jurista, sociólogo e acadêmico Filho foi um dos mais importantes advogados trabalhistas do país. Moraes também era professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Evaristo de Moraes Filho morreu na noite dessa sexta-feira, por conta de um infarto em casa, em Copacabana. O corpo do imortal está sendo velado na Academia Brasileira de Letras e o enterro será realizado no Mausoléu dos Acadêmicos.