Projeto de lei pretende reforçar cofres do estado em até R$ 1,5 bilhão ao ano

Texto estabelece critérios de individualização da produção de petróleo em áreas do pré-sal: tentativa de reduzir a burocracia e acelerar a exploração

Por O Dia

Rio - Nomes de peso da política fluminense trabalham em um projeto de lei, em Brasília, que pretende reforçar os combalidos cofres do governo estadual em até R$ 1,5 bilhão por ano. O texto estabelece critérios de individualização da produção de petróleo em áreas do pré-sal: uma tentativa de reduzir a burocracia e acelerar a exploração.

Assinado pelo deputado federal Celso Pansera (PMDB), o projeto conta com o apoio político de Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa e do PMDB-RJ. Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) disse ao Informe que dará celeridade ao trâmite: “Vamos trabalhar para votar até o fim do ano.”

Maia no poder
As articulações em torno do projeto começaram assim que Maia assumiu a presidência da Câmara, há dois meses. Apontado por políticos como especialista em tributação, o deputado estadual Luiz Paulo (PSDB) também participou das conversas.

Mudança de postura
Candidato do PMDB à prefeitura, Pedro Paulo Carvalho deixará a defensiva e será mais crítico com adversários nos próximos debates na TV. Especialmente com os que aparecem empatados com ele nas pesquisas, como Marcelo Freixo (Psol), Jandira Feghali (PCdoB), Flávio Bolsonaro (PSC) e Indio da Costa (PSD).

Ao ataque
“Nos debates, o Pedro tenta ser propositivo, mas é alvo de todos. Chega de ser bonzinho e só defender legado”, diz um aliado.

Crivella poupado
A ideia é deixar o embate com Marcelo Crivella (PRB), em primeiro nas pesquisas, para o eventual segundo turno. E centrar fogo na esquerda: a possibilidade do voto útil em torno de Jandira ou Freixo preocupa o peemedebista.

A 1ª vez de Dilma
A ex-presidente Dilma Rousseff participará quarta que vem, no Rio, de sua primeira agenda pública após sofrer o impeachment. Subirá no palanque de Jandira.

Lula no Rio
O ex-presidente Lula também participará de ato com a comunista nos próximos dias. Aliados de Jandira dizem que o crescimento nas pesquisas mostra que a candidata acertou ao nacionalizar a campanha.

Últimas de Rio De Janeiro