Antigo presídio da PM vira cadeia pública para presos provisórios

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a Cadeia Pública José Frederico Marques vai abrigar 512 detentos

Por O Dia

Rio - O antigo Batalhão Especial Prisional (BEP) da Polícia Militar, em Benfica, deu lugar a uma cadeia pública para presos provisórios nesta quarta-feira. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a Cadeia Pública José Frederico Marques vai abrigar 512 detentos.

Ela servirá de porta de entrada no sistema prisional, assim como o presídio Ary Franco, em Água Santa, que hoje funciona com o número de presos acima do permitido e também recebe presos federais provisórios, como foi o caso do empresário Eike Batista.

A cadeia Frederico Marques, que antes ficava dentro do Complexo de Gericinó, em Bangu, vai passar a se chamar José Antônio da Costa Barros e terá capacidade para 532 presos.

Últimas de Rio De Janeiro