Donos da rede de casa de festas Enlace são procurados pela polícia

Adair Antônio dos Santos, de 45 anos e sua esposa e sócia Monique Rocha de Lima dos Santos, de 33, já são considerados foragidos da Justiça

Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados divulgou um cartaz, na tarde desta nesta terça-feira, pedindo por informações que levem a prisão de Adair Antônio dos Santos, de 45 anos, e sua esposa e sócia Monique Rocha de Lima dos Santos, de 33, responsáveis por gerenciar as empresas Enlace e Enlace Kids, tradicional rede de casa de festas da Zona Norte carioca. O caso foi divulgado com exclusividade pelo DIA, no dia 25 de abril, após os empresários pedirem falência do negócio e surpreenderem centenas de clientes, muitos com eventos marcados para o fim de semana seguinte. Segundo a Polícia Civil, a dupla já é considerada foragida da Justiça.

Adair Antônio dos Santos%2C de 45 anos%2C e Monique Rocha de Lima dos Santos%2C de 33%2C são os responsáveis por gerenciar o grupo Enlace%2C que declarou falência e deixou centenas de clientes no prejuízoDivulgação

Nesta segunda-feira, o juiz André Felipe Veras de Oliveira, da 2ª Vara Criminal determinou a prisão preventiva de Adair e Monique, além da apreensão dos todos os bens do casal. A Polícia Civil chegou a informar que eles iriam se apresentar na 27ª DP (Vicente Carvalho), mas até o momento, os dois não se entregaram.

Camille Oliveira — que tinha contratado os serviços da empresa para festa de um aninho da filha —foi surpreendida com a notícia da falência dias antes do aniversário da menia, que seria realizada no dia 7 de maio. Ela havia contratado o pacote da Enlace em agosto do ano passado por R$ 1 mil. "A festa de um aninho aconteceu, mas não foi como planejamos. A nossa família e amigos fizeram uma vacaquinha para que a data não passasse em branco", afirmou.

Fachada da Enlace Kids em Irajá%2C na Zona Norte do RioReprodução Internet

Já a professora Mariana Lopes Rangel criou a página "Lesados pelo Enlace e Enlace Kids Festas", no Facebook, com objetivo de mobilizar as pessoas que sofreram com o pedido de falência da rede. A educadora tinha as festas dos dois filhos marcadas para outubro deste ano. "Eu já comecei a pesquisar outros lugares, mas acompanho de perto o sofrimento da minha afilhada que realizaria a festa de 15 anos em junho e pagou R$ 7,5 mil pelo evento. É muito triste, foram muitas vítimas."

"O sonho que eles destruíram nunca vai ser devolvido. Também não espero o dinheiro de volta. Só quero que eles sejam presos", enfatizou Mariana.

O Portal dos Procurados pede para quem tiver informações sobre a localização de Adair e Monique, denuncie pelos seguintes canais: WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo Facebook: https://www.facebook .com/procurados.org/, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido. 

Últimas de Rio De Janeiro