Gusttavo Lima esclarece polêmica envolvendo proibição judicial

Cantor procurou a coluna para contar sua versão sobre o episódio com a música 'Que mal te fiz eu'.

Por O Dia

Gusttavo Lima procurou a coluna após a publicação da nota em que uma juíza proíbe o cantor de interpretar a música "Que mal te fiz eu". Segundo a decisão judicial, essa canção teve a letra modificada e seria de autoria do compositor português Ricardo Landum.

. Leia também: Justiça proíbe Gusttavo Lima de cantar 'Que mal te fiz eu'

De acordo com  o cantor,  Leandro, a pessoa que teria movido a ação, não é compositor da letra apenas intérprete que gravou a canção em Portugal: "Ricardo Landum é compositor da obra detentor de 100% junto ao ECAD no Brasil e, concedeu autorização para a Som Livre. A gravadora por sua vez, repassou a Gusttavo Lima os direitos para a gravação. Afirmamos ainda não haver, nenhuma ação em curso, já que todos os direitos autorais foram devidamente respeitados. Toda e qualquer divulgação contrária a estes fatos é calúnia", disse um representante de Gusttavo.

Gusttavo LimaDivulgação