Justiça decreta prisão de 'Rogério 157'

Por O Dia

Apontado como um dos pivôs da guerra pelo controle do tráfico de drogas na Rocinha, o traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Alexandre Abrahão, do 3º Tribunal do Júri, ontem, à tarde. Ele e outros quatro criminosos são acusados de terem atacado dez policiais militares no dia 23 de julho, no Morro do Vidigal, em São Conrado. Durante o confronto, o PM Hudson Silva de Araújo morreu.

"Estes acusados, liderados, pelo menos os indícios sugerem, pelo acusado de vulgo Rogerinho 157 são os responsáveis pelo atual clima de terror na comunidade da Rocinha, travando guerra sangrenta responsável pela intervenção das tropas federais no estado", escreveu o magistrado na decisão.

As Forças Armadas continuaram ontem, no sexto dia de ocupação da Rocinha, a fazer revistas em veículos e pedestres. Até o início da noite, não foram registrados tiroteios.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro