Sem estresse rumo à Libertadores

Eleito melhor goleiro da Copa do Brasil, Gatito minimiza tropeços e defende companheiros no Botafogo

Por O Dia

Para Gatito Fernández, o trabalho de um goleiro não se limita às quatro linhas. O paraguaio recebeu ontem o prêmio de melhor da posição da Copa do Brasil, e aproveitou os créditos pelo ótimo momento na carreira para sair em defesa dos companheiros. A queda de rendimento no Brasileiro preocupa o torcedor, que protestou na chegada da delegação ao Rio após o empate com o Avaí. A pressão é grande, principalmente entre os jogadores. Gatito afirma que a vaga na Libertadores é a meta.

"Como um clube grande precisamos voltar para uma Copa Libertadores. Saí rápido (durante o desembarque), mas não vi muito. Sei que teve cobrança, mas é normal. O Botafogo é um clube grande. Mas o apoio é importante para conseguirmos esses pontos. Os torcedores são muito importantes para a gente", disse o goleiro.

Com 44 pontos, o Glorioso perdeu o sexto lugar para o Flamengo. A equipe ainda está na zona de classificação para a pré-Libertadores, mas é ameaçada pelo Vasco, em ascensão. Com o alerta ligado, o técnico Jair Ventura terá muito trabalho para corrigir os erros visando ao confronto com o líder Corinthians, segunda-feira, no Nilton Santos.

"Primeiro temos que utilizar nosso mando de campo sem pensar no momento do adversário. Assim, poderemos recuperar os pontos perdidos nos últimos jogos", destacou Gatito Fernández.

A ineficiência ofensiva tem sido uma das maiores dificuldades nos últimos jogos. Artilheiro do Botafogo no ano, com 17 gols, Roger, que se recupera da cirurgia para a retirada de um tumor no rim, visitou ontem os companheiros. Porém, é o torcedor que está com saudade do camisa 9.

CRUZEIRO DE OLHO EM BRUNO SILVA

Valorizado, Bruno Silva está no radar do Cruzeiro. Com contrato até dezembro de 2018, o camisa 8 é um pedido do técnico Mano Menezes para reforçar a Raposa na próxima temporada.

Dono de 50% dos direitos de Bruno Silva a Ponte Preta detém a outra metade , o Botafogo não pretende facilitar a saída do volante. Carlinhos Sabiá, empresário do atleta, tem boa relação com a nova diretoria, porém, negou a existência de negociação.

Bruno Silva foi um dos jogadores mais cobrados no pequeno protesto ocorrido no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na quinta-feira.

Comentários

Últimas de Esporte