Pedra participava de programa

Por O Dia

Marco Aurélio Pedra de Oliveira foi integrante projeto Papo de Responsa, programa da Polícia Civil que tinha como objetivo a interlocução com jovens em escolas de Ensino Médio, públicas e privadas, na promoção do diálogo sobre prevenção às drogas, violência e o papel do policial na sociedade.

Pedra foi o terceiro policial civil assassinado este ano. Em janeiro, a inspetora Glória Fabiane de Souza Melo, 47, morreu após ser baleada pelo próprio irmão. Em agosto, Bruno Buhler morreu durante operação em que estava no Jacarezinho.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro