Caiu na malha fina? Veja como se 'libertar' das garras do Leão

Contribuinte pode enviar declaração retificadora e receber até restituição, se tiver direito

Por ASSINATURA REPÓRTER

A Receita liberou para consulta o último lote de restituições do Imposto de Renda 2017 se o seu nome não estiver nele, e em nenhum outro anterior, significa que sua declaração caiu na malha fina. Mas não se espante, de acordo com o Fisco 747 mil declarações estão retidas na malha fina do Imposto de Renda 2017 devido a inconsistências das informações dadas pelos contribuintes nas declarações.

Mas o que fazer se a declaração do IR caiu na malha fina? O primeiro passo é descobrir o problema. No "extrato" do Imposto de Renda - disponível por meio do site da Receita Federal no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) - o contribuinte consegue saber quais pendências ou inconsistências foram encontradas pelo Fisco na sua declaração do IR.

Para acessar o extrato do IR é preciso usar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. Mas atenção: para gerar o código de acesso, a Receita solicita os recibos de entrega das duas últimas declarações do IR.

Depois de descobrir quais inconsistências foram encontradas pela Receita, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco e, deste modo, sair da malha fina.

Como é fora do período normal de entrega, a declaração retificadora deve ser feita no mesmo modelo utilizado na declaração a ser retificada, não sendo permitida a troca de modelo, ou seja, se foi na simplificada, deve ser feita novamente na simplificada, informa a Confirp Consultoria Contábil. A consultoria informa ainda que para fazer a declaração retificadora, é preciso informar o número do recibo da declaração original.

Comentários

Últimas de Economia