O dono da bola (de novo)

Cristiano Ronaldo vence prêmio da France Football pela quinta vez e se iguala a Messi. Neymar fica em terceiro lugar

Por O Dia

This handout photo released on December 7, 2017 by L'Equipe shows Portugese player Cristiano Ronaldo posing with the 2017 Ballon d'Or France Football trophy in Paris.
Portuguese star Cristiano Ronaldo won a record-equalling fifth Ballon d'Or (2008, 2013, 2015, 2016 and 2017) award for the year's best player on December 7. The Real Madrid forward's second successive win draws him level alongside Barcelona rival Lionel Messi on five Ballon d'Ors, after beating the Argentinian and Brazilian Neymar. / AFP PHOTO / L'EQUIPE / Franck FAUGERE / RESTRICTED TO EDITORIAL USE - MANDATORY CREDIT
This handout photo released on December 7, 2017 by L'Equipe shows Portugese player Cristiano Ronaldo posing with the 2017 Ballon d'Or France Football trophy in Paris. Portuguese star Cristiano Ronaldo won a record-equalling fifth Ballon d'Or (2008, 2013, 2015, 2016 and 2017) award for the year's best player on December 7. The Real Madrid forward's second successive win draws him level alongside Barcelona rival Lionel Messi on five Ballon d'Ors, after beating the Argentinian and Brazilian Neymar. / AFP PHOTO / L'EQUIPE / Franck FAUGERE / RESTRICTED TO EDITORIAL USE - MANDATORY CREDIT "AFP PHOTO / L’EQUIPE / FRANCK FAUGERE" - NO MARKETING NO ADVERTISING CAMPAIGNS - DISTRIBUTED AS A SERVICE TO CLIENTS - AFP

Sem surpresas, Cristiano Ronaldo recebeu ontem, em Paris, sua quinta Bola de Ouro, igualando o número de prêmios de seu grande rival, o argentino Lionel Messi, que ficou em segundo lugar na votação. O brasileiro Neymar, do PSG, foi o terceiro colocado. O craque do Real Madrid, que em 2017 ergueu os troféus da Liga dos Campeões e do Campeonato Espanhol, já havia recebido o prêmio individual em 2008, 2013, 2014 e 2016.

"É algo que procuro todos os anos, todas as temporadas. No ano passado fizemos uma grande temporada, ganhamos a Champions, o Espanhol, e, em termos individuais, fui o artilheiro da Champions. É claro que os troféus ajudam a ganhar este prêmio. Tenho que agradecer a meus companheiros no Real Madrid e na seleção. A todos os que me ajudaram a estar aqui", disse Cristiano Ronaldo, durante a cerimônia, realizada na emblemática Torre Eiffel, e que contou com a presença da mãe e de seu filho no palco da premiação.

A vitória de Cristiano Ronaldo e o segundo lugar de Messi já eram esperados. O suspense ficou reservado para o nome do jogador que completaria o pódio da Bola de Ouro. A honra coube a Neymar, que sucedeu o francês Antoine Griezmann, terceiro colocado na edição passada do prêmio caiu para o 18º lugar este ano.

O caminho de Cristiano Ronaldo até a conquista da Bola de Ouro de 2018 foi percorrido sobre tapete vermelho desde 3 de junho, quando o craque ergueu a 'Orelhuda' de campeão da Champions, com direito à vitória por 4 a 1 sobre a Juventus na final ele marcou dois gols e terminou como artilheiro da competição pelo quinto ano consecutivo, com 12.

BUFFON FICA EM QUARTO LUGAR

A Bola de Ouro, honraria concedida pela revista 'France Football', é o terceiro prêmio individual de Cristiano Ronaldo nesta temporada, depois de receber os de melhor jogador da Uefa 2016-2017 e o The Best, entregue pela Fifa, de melhor de 2017.

Além do trio Cristiano Ronaldo-Messi-Neymar, que dominou a votação neste ano, o quarto lugar ficou com o veterano goleiro italiano Gianluigi Buffon, finalista da Champions com a Juventus. O quinto foi do croata Modric. O espanhol Sergio Ramos, também do Real Madrid, tido como candidato ao pódio, terminou em sexto, enquanto o jovem francês Kylian Mbappé, agora no Paris Saint-Germain, foi sétimo graças à bela campanha pelo Monaco na temporada passada.

Além de Neymar, o Brasil só teve mais dois jogadores na lista dos 30 melhores da 'France Football': Marcelo, lateral-esquerdo do Real Madrid, 16º colocado, e Philippe Coutinho, atacante do Liverpool, que ficou com a 29ª posição.

Comentários

Últimas de Esporte