CrossFit

De acordo com especialistas, a estimativa é que no Brasil aproximadamente 50 mil pessoas sejam praticantes da modalidade

Por O Dia

CrossFit Kids é a nova moda entre as crianças e adolescentes
CrossFit Kids é a nova moda entre as crianças e adolescentes - fotos Divulgação

Com base no princípio da mecânica, consistência e intensidade, o CrossFit Kids se tornando um verdadeiro sucesso entre o público infanto-juvenil. Voltada para crianças a partir de 3 anos, a prática esportiva, conhecida pelos equipamentos inusitados como pneus de caminhão e cordas de carga, começa a fazer a cabeça da garotada.

Combinando os movimentos do corpo com a locomoção de objetos externos para desenvolver capacidades físicas como coordenação, flexibilidade e resistência cardiovascular, o CrossFit para crianças surge como uma alternativa aos esportes mais populares como o futebol e o skate. Influenciados na maioria das vezes por seus pais, os pequenos já disputam até campeonatos internos.

Um deles é Gustavo Cardoso, de 8 anos. Há seis meses ele pesava 50 quilos, o dobro do peso indicado para sua idade. Praticante de natação, o menino não conseguia emagrecer. Sua mãe, Roberta Cardoso, que já era adepta ao CrossFit, foi quem sugeriu a modalidade à criança. Com o aval da pediatra, mãe e filho já contabilizam os bons resultados. "Antes eu só utilizava o elevador. Agora prefiro as escadas e aposto com minha mãe para ver quem chega primeiro em casa", conta. Além de ver o filho perder dez quilos no período, Roberta diz que outros benefícios são visíveis. "Até o humor dele melhorou. Está mais ativo e mais disposto". Instrutor de Gustavo, o professor de educação física, Darlan Santos, diz que as aulas superam a parte física. "Durante os treinos, gosto de fazer brincadeiras lúdicas com os alunos, principalmente aquelas que ajudam na tomada de decisões difíceis.

O objetivo do CrossFit Kids é desenvolver a psicomotricidade e a movimentação corporal de maneira correta para que as funcionalidades sejam mantidas durante a vida adulta, como correr, agachar, saltar ou empurrar. A prática também ajuda na prevenção de doenças como osteopenia e osteoporose. Já os movimentos com impacto ajudam na formação óssea, fazendo com que as crianças desenvolvam ossos mais fortes com densidade mineral mais elevada. Segundo especialistas, iniciar atividades físicas ainda na infância ajuda a evitar problemas como depressão e doenças coronarianas.

Comentários

Últimas de Vida Saudável