Fiscalização mais eficaz impediria acesso a explosivos

Por O Dia

A fiscalização eficaz é a principal arma para impedir a obtenção de explosivos por grupos criminosos, defendeu Paulo Storani. E o uso dos artefatos representa um perigo enorme: a explosão de banco em Goiânia, ontem, causou a morte de quatro pessoas (P.8). "É preciso fiscalizar o produto na fábrica, no transporte e no armazenamento (em empresas que utilizam explosivo para quebrar pedras). Mas o que temos é um número de pessoas insuficiente para promover a fiscalização adequada", afirmou o especialista.

Vinícius Cavalcante defende mais atenção ao tema: "Isso já é fiscalizado e regulamentado. O problema é que temos situações em que o caminhão que transporta o explosivo é roubado. A escolta não pode ser apenas por empresa de vigilância. Temos que discutir isso e não estamos fazendo".

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro