Honda apresenta novidades em valores e visual para a família 500

Modelos da fabricante contam com novos grafismos, cores e reposicionamento de preço na linha 2018

Por O Dia

Rio - A família 500 da Honda já está na linha 2018: CB 500X, 500F e 500R trazem novos grafismos e preços reposicionados. O trio, comercializado em versão única, com ABS, chega às concessionárias em momentos distintos. A CB 500F (cores azul perolizado e vermelho) e a CBR 500R (em vermelho), vendidas por R$ 23.900 e R$ 24.900, respectivamente, estarão disponíveis até o fim do mês. A CB 500X, com previsão de chegada até o final de setembro, estará disponível nas cores verde perolizado e vermelho perolizado, com preço de R$ 25.900.

Família 500 da Honda já está na linha 2018%3A novos grafismo e reposicionamento de preçoDivulgação

A crossover CB 500X está equipada com nova ponteira de escapamento, mais compacta, feita para valorizar o desempenho do motor bicilíndrico de 50,4 cv de potência e 4,55 kgfm de torque. É montada sobre um chassi tipo Diamond e suspensões ajustáveis. Pesa 183 kg e proporciona uma posição de pilotagem ereta, gerando conforto por meio da triangulação entre guidão, banco e pedaleiras. Para cortar o vento, o para-brisa é regulável em dois níveis de altura. A distância do banco em relação ao solo é de 81 cm e o tanque comporta 17,7 litros.

Com a naked CB 500F, o motor bicilíndrico está mais presente na composição do design. A porta de entrada da Honda no universo da alta cilindrada tem um conjunto ótico com LED. Sua posição de pilotagem propõe maior agressividade, seja na entrega do motor com o apoio do câmbio de seis marchas. Predominantemente urbana, pesa 178 kg e tem sua frenagem proporcionada por freios a disco de grande diâmetro. É o modelo mais leve e ágil da família, com ciclística para o deslocamento diário.

Crossover CB 500 X se destaca pela posição de pilotagem eretaDivulgação

Já a esportiva CB 500 R é uma versão voltado para as pistas. Possui carenagem integral, proporcionando eficiência aerodinâmica. A posição de pilotar é mais avançada, objetivando uma tocada esportiva.

Mecânica compartilhada

O motor da linha 500 é um bicilindro paralelo com duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC) e quatro válvulas por cilindro. Um eixo de equilíbrio posicionado atrás proporciona uma subida de giros com vibrações mínimas e o sistema de alimentação por injeção PGM-FI oferece respostas mais convincentes do acelerador. O propulsor se destaca pelas dimensões longitudinais contidas, onde o câmbio de seis marchas está posicionado em esquema semelhante ao usado nos motores tetra cilíndricos das CBR's, o que resulta em melhor acerto aerodinâmico.

Esportiva CB 500 R é uma versão de rua da máquina voltada para as pistas. Ela tem carenagem integralDivulgação

O sistema de suspensão da família é formado por garfo telescópico na dianteira e monoamortecida com sistema progressivo Pro-Link vinculada à balança de aço na traseira, com possibilidade de regulagem da pré-carga das molas. Pneus radiais calçam rodas de liga-leve como seis raios duplos e freios a disco de grande diâmetro (320 mm à frente, 240 mm atrás) dotados de ABS. O painel é digital e traz velocímetro, conta-giros, relógio, hodômetro total e parcial, indicação de consumo de combustível instantâneo e médio, além de diagnóstico do motor.

Produzidas em Manaus, todas as motocicletas da linha 500 possuem três anos de garantia, sem um limite de quilometragem. Os proprietários contam ainda com o serviço de assistência 24 horas durante o período de vigência da garantia (três anos) em todo o território nacional e em países do Mercosul, exclusividade da fabricante para seus modelos de alta cilindrada.

Últimas de Automania