Ex-ministro José Dirceu é levado para hospital em Curitiba

Advogados afirmam que ele 'apresenta quadro de cefaleia há mais de 20 dias, hipertensão arterial de difícil controle e outros

Por O Dia

Paraná - O ex-ministro José Dirceu foi levado na manhã desta segunda-feira para um hospital, em Curitiba, para dois dias de exames e tratamentos médicos. O juiz federal Sérgio Moro autorizou a ida do ex-ministro da Casa Civil (Governo Lula) a um hospital em Curitiba, base da Operação Lava Jato.

Dirceu foi ministro da Casa Civil no governo Lula Anielle Nascimento / Gazeta do Povo

A defesa de Dirceu havia informado ao magistrado que o ex-ministro 'apresenta quadro de cefaleia há mais de 20 dias, hipertensão arterial de difícil controle, hipercolesterolemia e distúrbio de ansiedade'.

Dirceu chegou ao hospital por volta das 7h em um carro da Polícia Federal.

José Dirceu foi preso em 3 de agosto de 2015, em Brasília, na 17ª fase da Lava Jato, batizada de Pixuleco. O ex-ministro está preso no Complexo Médico Penal, em Pinhas, região metropolitana de Curitiba.

"O peticionário, atualmente custodiado no Complexo Médico-Penal, é idoso com queixa de cefaleia, portador de hipertensão arterial de difícil controle, hipercolesterolemia e distúrbio de ansiedade, razão pela qual foi periodicamente submetido a exames e acompanhamento médico naquele estabelecimento, e faz uso de medicamentos controlados", afirmou a defesa.

Ao autorizar a ida de Dirceu ao hospital, o juiz Moro afirmou que o ideal é que o ex-ministro 'uma vez no ambiente hospital, realize uma bateria de exames destinada a aferir a causa e a real gravidade da sua situação de saúde'.

Últimas de Brasil