Tânia Mara perde 11 quilos praticando tênis e lutando muay thai

Sem mistério: Cantora conversa com O DIA e revela como voltou a boa forma

Por O Dia

Rio - Uma raquetada aqui, um chute ali. Foi com aulas de tênis, esporte que acabou virando uma grande paixão, e a dedicação ao muay thai que a cantora Tânia Mara eliminou 11 quilos. Mas a batalha contra a balança foi longa e só começou a ser vencida depois que a mãe da pequena Maysa, de 4 anos, descobriu que tinha um distúrbio hormonal.

Tânia Mara revela como voltou a boa forma praticando aulas de tênisAndré Luiz Mello / Agência O Dia

“Quando engravidei, já estava cinco quilos acima do meu peso. Durante a gestação, tentei ser bem ativa. Fiz musculação e aulas de pilates, pois tinha muita dor na lombar. Tentei não engordar muito. A verdade é que eu me sentia linda com aquele barrigão. E a gravidez era um sonho. Eu sempre dizia que ia brincar de boneca. Depois que a Maysa nasceu, eu emagreci sete quilos em um mês, mas o processo foi ficando lento. Fiz detox, voltei a malhar, mas não emagrecia. Isso me deixava triste, desanimada mesmo. Um dia, uma amiga me disse que eu poderia ter algum problema hormonal”, conta. Depois de alguns exames, Tânia foi diagnosticada com hipotireoidismo gestacional. “Há um ano, estou tratando com reposição hormonal. É chato porque agora, por exemplo, eu viajei de férias e não quis fazer reposição, tentei relaxar, mas dei uma leve engordada. Voltei desesperada. Realmente tem que ter foco e disciplina”, explica.

Já a paixão pelo tênis começou quando o irmão, Rafael Almeida, começou a praticar o esporte para o laboratório da novela ‘A Vida da Gente’ (2011). “Preciso dizer que a primeira vez em que eu entrei na quadra e peguei na raquete não joguei nada. Mas a sensação foi ótima. Saí suando muito e me diverti pra caramba.”

Depois de praticar algumas aulas com o irmão, Tânia também passou a jogar com familiares. “O tênis virou o esporte da família toda. Eu trazia até a Maysa pra cá, ela se amarrava. Nunca fui muito fã dessa rotina de academia, fazer exercícios em lugares fechados. Agora descobri um esporte que eu amo, me divirto fazendo. Sem contar que ele modela bastante o corpo.” Mas se o tênis ocupa uma parte da rotina da loura, a outra fica por conta das aulas de muay thai. “Faço as sequências de exercício três vezes na semana. É uma ótima forma de aliviar a tensão”, conta Tânia ao lado de seu professor, Demetrio Takeshi Miyashiro.

Além de pegar pesado nos exercícios, a cantora também organizou a alimentação. “Cortei o glúten e a lactose. Já consumia pouca bebida alcoólica. Depois que a Maysa nasceu, eu praticamente zerei. Doces, eu só como de vez em quando, na TPM geralmente ataco um chocolate. Mas, na maioria das vezes, eu como alfarroba e sacio a minha vontade. Até porque açúcar é um veneno que vicia. Quanto mais você come, mais você sente vontade de comer. Substituí o pão pela tapioca e opto pelas verduras, legumes e frutas nas minhas refeições.” Aos 31 anos e pesando 60 quilos, Tânia diz que ainda quer perder mais três quilos, mas garante que já se sente em paz com a balança. “O dia em que eu olhei para o armário e vi que todas as roupas estavam largas foi maravilhoso. Doei tudo. Acho que fiquei mais vaidosa depois que emagreci. Sem contar que estou com mais disposição.”

Além de aproveitar toda essa energia para brincar com a filha, Tânia também está divulgando seu novo trabalho, o CD ‘Só Vejo Você’. “Estamos trabalhando em um novo single a música ‘Me Deixar Levar’. Ela será lançada depois do Carnaval e tem a cara do Verão.”

CARDÁPIO

CAFÉ DA MANHÃ
Um copo de suco verde ou chá de hibisco com amora e salsinha. Uma tapioca com mozarela de búfala ou geleia de amora sem açúcar.

LANCHE DA MANHÃ
Uma fruta (geralmente uma banana, maçã com canela ou abacate).

ALMOÇO
Uma batata-doce ou aipim ou arroz negro com grão de bico ou lentilha.

LANCHE DA TARDE
Um copo de água de coco, gengibre, melancia e salsinha.

JANTAR
Um prato de sopa e depois um prato de vegetais com uma proteína leve. 

DICA: “Quem faz dieta, malha e não emagrece, deve procurar um médico. Pode ser um problema hormonal. Isso mexe com o lado emocional. Deixa a mulher irritada e sem disposição.”

Últimas de Diversão