Filho de Leonardo se lança como cantor

Zé Felipe diz que não ligará para as críticas

Por O Dia

Rio - Não foi difícil trocar a mesada dada pelo pai por tentar ganhar seu próprio dinheiro através da música. Zé Felipe, filho do sertanejo Leonardo, acaba de estrear como cantor e comemora seu primeiro CD, ‘Você e Eu’, lançado no final do ano passado. “Eu sempre morei com meu pai, não tinha muito essa coisa de gastar”, despista o jovem de 16 anos. De uma coisa ele tem certeza: se não fosse o apoio do pai, tudo seria muito mais difícil.

“No começo, ser filho dele abre muitas portas. Mas também tem aquela coisa da comparação, por ser filho de um ídolo”, avalia. Zé Felipe bate o pé e garante que não é só um rostinho bonito. Que tem talento e vontade de se tornar um cantor conhecido.

“Canto desde os 5 anos, sempre gostei de viajar com meu pai e fiz uma participação no DVD de 30 anos de carreira dele. Eu ia fazer um EP com apenas quatro músicas, mas a galera foi me mandando letras, e resolvemos fazer algo maior. Minha canção ‘Saudade de Você’ já teve mais de 5 milhões de visualizações na internet”, frisa ele, que tem seu primeiro show agendado para o próximo mês. “Pretendo ter uma carreira linda como a do meu pai, seguir a simplicidade e o caráter dele, mas quero fazer a minha própria história.”

Zé Felipe%2C filho de Leonardo%2C lança seu primeiro CD ‘Você e Eu’Divulgação

Zé Felipe sabe bem das dificuldades que vai encontrar pela frente. Em 2013, viu seu irmão Pedro Leonardo se despedir da carreira musical, quase dois anos após ter sofrido um acidente de carro. “Minha mãe que fica mais receosa, mas estou certo do que quero. Quando o Pedro sofreu o acidente, a gente já estava começando a escolher o repertório. E até hoje ele vem me apoiando muito”, comenta.

Nem mesmo Michel Teló, Gusttavo Lima e Luan Santana fazem com que Zé Felipe tenha medo de investir no sertanejo, mercado considerado ‘inchado’. Segundo o jovem, o estilo que ele faz tem uma pegada especial. “É um sertanejo gostoso, com guitarra, percussão. Com a essência da música latina. Sei que esse mercado está cheio de gente, mas somos todos amigos. A gente se ajuda, manda letras para gravar, não tem rivalidade”, ressalta.

“Na pista pra negócio”, Zé está adorando essa história de ser assediado pelas fãs. “Não sei se é por causa de mim ou se elas querem ser a nora do meu pai”, diverte-se. “Já tenho muitos fã-clubes, recebo muito carinho, e isso é uma sensação única. Estou focado no meu trabalho agora. Sei que é impossível agradar a todos, mas o que não for crítica construtiva vou deixar sair pelo ouvido.”

Últimas de Diversão