Mauro Ferreira: Aydar cai bem no samba triste de Nuno

‘Pedaço duma asa’ é disco que voa alto por conta do lirismo tristonho do samba de Nuno

Por O Dia

Entre ecos da Bossa Nova%2C reverberados na dobradinha ‘Samba triste’ / ‘Saiba ficar quieto’%2C o disco reitera a inquietude da cantora.Divulgação Brisa Records / Simone Elias

Rio - Cantora já habituada a seguir trilha pavimentada pela estranheza, a paulistana Mariana Aydar acerta o tom do samba triste de Nuno Ramos em ‘Pedaço duma asa’. No seu quarto álbum, Aydar canta somente músicas de Ramos, artista plástico paulista que vem sobressaindo como compositor, nos últimos anos, em parcerias com Clima e Romulo Fróes.

‘Pedaço duma asa’ é disco que voa alto por conta do lirismo tristonho do samba de Nuno. Produtor do CD, Duani é músico fundamental na construção da atmosfera envolvente deste disco inspirado por show feito pela cantora no Rio, no ano passado, na sétima edição do projeto multimídia ‘Palavras cruzadas’. O guitarrista Guilherme Held também dá contribuição decisiva para o êxito da gravação, já que a fricção da guitarra do rock com a percussão do samba é recorrente no disco, em faixas como ‘Caia na risada’ e ‘Poeira’.

Entre ecos da Bossa Nova, reverberados na dobradinha ‘Samba triste’ / ‘Saiba ficar quieto’, o disco reitera a inquietude da cantora.

Últimas de Diversão