Agatha Moreira diz que entende Domitila e que jamais seria amante

No entanto, atriz de 'Novo Mundo' admite que é possível se apaixonar por alguém comprometido

Por O Dia

Rio - Está difícil achar quem simpatize com a ambiciosa Domitila de Castro (Agatha Moreira), em 'Novo Mundo', da Globo. A constatação é da própria intérprete da personagem. "Odiada por todos, muito odiada. Nunca uma personagem minha foi tão odiada assim na vida", resume, aos risos Agatha.

Agatha Moreira é a personagem Domitila%2C de 'Novo Mundo'Divulgação

FINAL DE DOMITILA

Com a novela entrando na reta final - o último capítulo será exibido dia 25 de setembro -, o final de Domitila não será o mais feliz de todos. Como é sabido na história, a amante não consegue se casar com o príncipe e realizar o sonho dela de governar o país com o amado. No último capítulo, Domitila observa a coroação de Dom Pedro como imperador do Brasil. "É preciso mais do que um exército para me impedir de ver a coroação do homem que eu amo. No futuro, eu estarei ao lado de Pedro. Mas hoje é ela quem está ali!", afirma a amante, amargurada, observando a celebração com um véu escondendo o rosto.

AMANTE JAMAIS

Namorando há 10 meses o ator Pedro Lamin, Agatha avisa que triângulo amoroso não teria vez com ela ("Eu ia falar: 'Amigo, se vira aí, decide'", conta ela, aos risos). Apesar de entender que é possível se apaixonar por alguém que já esteja em um relacionamento ("você não controla por quem se apaixona", diz a atriz), o posto de amante não é algo para a jovem. "Nunca me manteria nesse lugar (de amante)", decreta. Agatha conta que o companheiro a apoia muito no trabalho e na vida pessoal. "Ele é muito parceiro e carinhoso", derrete-se apaixonada.

ATENTADO CONTRA LEOPOLDINA

Na próxima semana, Domitila encontra Dom Pedro e Leopoldina e engatilha uma arma contra a princesa. O príncipe reage e atira contra a amante, que cai ferida. Leopoldina socorre a rival, que afirma ter desistido de matar a aristocrata. "Seria lindo se a história tanto da Domitila quanto da Leopoldina fossem diferentes. Elas sofreram muito. A Domitila porque se iludiu que se casaria com ele, e Leopoldina, que viu que ele era infiel", afirma.

A atriz conta que, quando recebeu o convite para viver a amante de Dom Pedro (Caio Castro) na novela, imaginava que teria rejeição. "Mas não com tanta repercussão", diverte-se. Nas redes sociais, em especial no Instagram, ela recebe os principais comentários sobre sua personagem. É de quem torce para que Domitila se dê mal e que quer ver Leopoldina (Letícia Colin) livre da rival e amante do imperador.

"Tenho muitos motivos para defendê-la. O primeiro de todos é que não sou capaz de julgar alguém que apanhou dez anos do marido, sofreu violência doméstica, sofreu abuso, foi dada em casamento com 14 anos - era uma criança, praticamente uma pedofilia - e perdeu um filho quando o marido deu uma facada na barriga dela enquanto grávida", justifica a atriz de 25 anos. "No colégio, aprendemos de forma rasa a história da Domitila", acrescenta.

Mas então a implicância do público é gratuita? Bem, de acordo com o que foi apresentado na novela, Domitila desestabiliza o casamento morno de Pedro com Leopoldina. A amante vira a vida do jovem príncipe de pernas para o ar e coloca em questão até o poder de governabilidade dele. Primeiro, ela escapa das garras do marido, Felício (Bruce Gomlevsky), seduz Chalaça (Romulo Estrela), braço-direito de Dom Pedro, só para se aproximar do príncipe. "Ela é uma sobrevivente, muito deslumbrada e ambiciosa. Por isso, ela usa todas as armas que pode. Talvez tenha ficado com Dom Pedro por interesse sim, mas não imaginou que iria se apaixonar por ele. A Domitila da nossa trama está sofrendo pelo público pela forma que se aproximou do príncipe. Mas na vida real, é Dom Pedro quem vai atrás dela", explica.

Disposta a conquistar o coração do monarca, Domitila deixa Chalaça a ver navios e cria um inimigo poderoso. Depois, ela vira amante de Thomas (Gabriel Braga Nunes) para chegar mais perto do príncipe. Consegue virar a favorita do monarca, engravida dele, mas sofre um aborto espontâneo. É desmascarada pelo aristocrata, que descobre os planos da amante para manipulá-lo e conseguir dinheiro influenciando as decisões dele. Instruída por Thomas, Domitila finge que deixará o Rio de Janeiro, Dom Pedro se desespera e dá uma casa e vida luxuosa para a amante. É quando Felício, o ex de Domitila, volta a assombrá-la e a jovem manda matá-lo, mas ele desconfia e foge. Enfim, Domitila já despachou uma segunda amante de Dom Pedro dentro de uma caixa em um navio só para se livrar da rival. De quebra, a Favorita ganhou um título de nobreza, inicialmente de Viscondessa e depois de Marquesa, para que fosse respeitada por onde andasse.

"Ninguém gostava dela, era o país inteiro sabendo que ela ganhou um título porque era amante do imperador", afirma Agatha, que emenda novelas desde 2013. "Sou total workaholic. Eu ainda não sei o que farei depois de 'Novo Mundo'. Existem algumas possibilidades, mas também tem a chance de viajar para estudar na Europa. Só que nunca dá. Mas estou tentando resolver alinhar tudo", torce.

Últimas de Diversão