Segredinhos do cardápio leve

Calor requer toques especiais nos alimentos para facilitar a digestão

Por O Dia

Rio - À mesa, quando bate a fome, vários pratos chamam a atenção. Mas, na estação mais quente do ano, é bom ter alguns cuidados na hora de escolher o que comer. A nutricionista Júlia Medeiros, diretora da Associação de Nutrição do Estado do Rio de Janeiro (Anerj), explica que não existe restrição para nenhum alimento, mas o ideal é buscar refeições mais leves. “É bom evitar o consumo de frituras”, indica a médica.

“Vale prestar atenção na hora do preparo, dando preferência a alimentos grelhados ou cozidos”, orienta a especialista, alertando que opções mais leves facilitam o funcionamento gastrointestinal. Há 14 anos no Rio de Janeiro, o chef mineiro Renato Freire, de 59 anos, responsável pelas delícias da tradicional Confeitaria Colombo, no Centro — que conquistaram o paladar de cariocas e turistas — ensina truques valiosos para refrescar os pratos comuns.

A salada de verão leva folhas%2C nozes e damasco%2C um dos sucessos do chef Renato Freire%2C conhecido por suas novidades na Confeitaria Colombo%2C uma das mais famosas do RioCarlo Wrede / Agência O Dia

“No arroz, enquanto refoga, ponha raspinhas de um limão inteiro. Quando adicionar água, inclua meio copo do suco de limão. Vai deixar o arroz mais claro e fresquinho”, revela o engenheiro que abandonou a Matemática para se dedicar ao hobby que amava. Outros ingredientes que desempenham o mesmo papel são o coentro e a hortelã.

Na hora de cozinhar, temperos naturais são os mais indicados. “Os condimentos industriais e caldos prontos contém muito sódio e excesso de gordura, além de dificultar a absorção de nutrientes dos alimentos”, explica a nutricionista. Opções como o alho, a salsa e a cebolinha deixam os alimentos mais leves e tem propriedes importantes, como os antioxindantes”, revela Júlia.

A frente da sofisticada cozinha do Restaurante Quadrifoglio, no Jardim Botânico, o chef Kiko Faria, de 34 anos, soma 17 de culinária. Uma das especialidades frescas da estação é o carpaccio de peixe, temperado com ingredientes naturais. “Também vai acompanhado de uvas verdes, pimenta rosa e folhas de agrião. Acrescente um fiozinho de azeite e basta desejar aos convidados bom apetite!”, brinca.

Saladinha e sobremesa de verão

O prato leva nome de gente famosa. A salada Virgínia Lane homenageia a cantora, atriz e uma das maiores vedetes brasileiras da década de 1940. O chef Renato Freire criou a iguaria há dois anos e serve nos dias mais quentes. Os ingredientes incluem folhas de rúcula, alface americana, alface crespa e chicória a gosto. “Pode fazer com uma folha verde”, garante Freire. Para o molho, serão necessárias duas colheres de azeite ou vinagre balsâmico, uma colher de sopa de mel, uma de mostarda, seis colheres de sopa de azeite extra virgem e uma pitada de sal. Misture bem.

Renato Freire ensina a receita do creme de manga%2C que pode ser servido com bolos%2C sorvetes e outras delícias da culinária mais requintadaCarlo Wrede / Agência O Dia

“Colocar num pote e sacudir”, ensina Freire. Para completar, separe 12 fatias de queijo brie, cortadas finas, mais 20 unidades de nozes tostadas na frigideira (para ficar crocante, soltar aroma e aquecer), al´me de 16 unidades de damasco picada. Na hora de servir, pegue a metade do molho e misture com as folhas, a metade das nozes e metade do damasco. Misture e separe em quatro pratos. Coloque as fatias de queijo brie por cima, para decorar, e sapique o restante das nozes e damasco. “Regue com mais molho. Está pronta a salada da Colombo!”

Creme de manga

Para uma porção que sirva quatro pessoas, pegue duas mangas maduras grandes, descascadas e picadas. Separe 50 mlde suco de maracujá. Mais uma colher de sopa de gengibre picado, uma de folha de coentro e adoçante. Bata no liquidificador a manga, maracujá, gengibre e bata bem. O resultado será um creme consistente. “Coloque o coentro, ligue e desligue rápido o liquidificador”, diz Freire. Ponha na tigela e leva ao congelador até as bordas da vasilha começarem a congelar. Retire e sirva gelado. O creme pode acompanhar sorvetes e bolos.

Carpaccio

Para o carpaccio será preciso um quilo de lombo de namorado ou cherne, um quilo de sal e um de açúcar. Acrescente 20gramas de folhas de hortelã e raspas de casca de duas laranjas. Misture o açúcar, sal, folhas de hortelã e as raspas de laranjas e coloque o peixe para marinar por 4 horas. Enrole o carpaccio em plástico filme em forma redonda e congele. Em seguida, gelado, fatie em lâminas finas, ponha uvas verdes, pimenta rosa, agrião e um fio de azeite.

Reportagem de Larissa D' Almeida