'Fiquei maravilhado com o que vi aqui', diz Carlinhos Brown sobre a Portela

Músico esteve na quadra da agremiação para conhecer projetos sociais da Majestade do Samba

Por O Dia

Rio - O cantor e compositor Carlinhos Brown esteve na quadra da Portela, em Madureira, nesta segunda-feira. O baiano foi conhecer as dependências da Majestade do Samba, onde foi recebido pelo presidente Serginho Procópio e pelo vice, Marcos Falcon. Para recepcionar o músico, a escola convocou ainda Tia Surica, o carnavalesco Alexandre Louzada, um time de passistas, o mestre de bateria Nilo Sérgio, e um grupo de ritmistas. 

Carlinhos Brown prometeu voltar mais vezes na quadra da escolaJRicardo/Divulgação


- Fiquei maravilhado com o que vi aqui. Gostei de saber que a Portela não é só samba, mas que tem um projeto social sério para a comunidade. Voltarei mais vezes – declarou Carlinhos Brown, acrescentando que, através de amigos portelenses, foi informado que o concurso que vai escolher o samba-enredo de 2015 está com obras de excelente qualidade.

O mestre de bateria falou sobre a conversa que teve com o artista.

- Cheguei a ficar emocionado. Sou muito fã do cara, que é um ícone da percussão. Conversamos bastante. Ele quis saber detalhes sobre a bateria. Falei com ele sobre o djembê, um instrumento africano que ganhei de presente numa viagem que fiz à Bélgica este ano. Pretendo inserir o djembê na nossa bateria no próximo desfile. Ele me disse que pretende conversar mais a respeito – revelou Nilo Sérgio. 

Carlinhos Brown e a Águia da Portela%2C símbolo da escolaJRicardo/Divulgação


Marcos Falcon, que além de vice-presidente é supervisor de carnaval, também saiu satisfeito do encontro que ele e o presidente Serginho Procópio tiveram com o percussionista.

- Nem imaginava que ele era portelense. O encontro que tivemos foi bastante proveitoso. De repente, está nascendo uma parceria entre a Portela e ele, que é um artista excepcional – concluiu o dirigente.

Carlinhos Brown conheceu um pouco da história da escola, posou ao lado do busto de Paulo da Portela, um dos fundadores da agremiação, e, simpático, conversou com componentes e funcionários.