Beyoncé é acusada por artista sueco de plagiar coreografia de 'Freedom'

Coreógrafo afirma que cantora copiou dança sem creditar: 'É como ver suas ideias em outro contexto, sem você fazer parte'

Por O Dia

Rio - Beyoncé é o centro de uma nova polêmica. O artista sueco Alexander Ekman, de 32 anos, está acusando a cantora de plagiar sua coreografia e usá-la na performance de "Freedom". O assunto veio à tona quando Ekman assistiu a vídeos no YouTube da música sendo interpretada durante a turnê "Formation", que estreou no dia 27 de abril. 

Coreografia de nova turnê de Beyoncé está sendo alvo de polêmicasReprodução

Segundo o site da emissora sueca "STV", Elkman afirma que sabe que a coreografia teve outras inspirações, como o Lago dos Cisnes. "Mas neste caso, sei perfeitamente que esta é a minha", disse. "É como ver suas próprias ideias em um outro contexto, sem você fazer parte dele", completou. 

O artista fez uma montagem no Instagram comparando as duas danças, da sua performance e de Beyoncé. "No começo estava lisonjeado mas, depois, vi que eles estavam ganhando muito dinheiro com isso", falou à imprensa sueca. "Ao mesmo tempo de vê-la apresentando algo que me pertence, vem a questão: o que posso fazer em meio a isso? Há uma grande discussão pela frente", finalizou.

A cantora ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas não é a primeira vez que ela é acusada de plágio. No lançamento de "Formation", em fevereiro, houve um desentendimento com o diretor Chris Black, que vendeu os direitos de seu documentário para Beyoncé, mas não gostou de não ter sido creditado. 


Últimas de Celebridades