Julia Lemmertz será a última Helena

Atriz vive a mítica personagem de Manoel Carlos, que teve sua mãe como primeira intérprete, na despedida do autor das novelas

Por daniela.lima

Rio - Helena já caminha no calçadão da praia, a passos lentos, em direção ao Leblon, bairro escolhido pelo autor Manoel Carlos como cenário principal de suas novelas. A ilustre moradora não precisa correr, apesar da ansiedade do público em torno da aposentadoria da heroína de Maneco: ‘Em Família’, próxima novela das 21h, só estreia em fevereiro, com Júlia Lemmertz interpretando a mocinha pela última vez, em homenagem à sua mãe, Lílian Lemmertz, que viveu a primeira Helena em ‘Baila Comigo’ (1981). 

Julia Lemmertz será a última HelenaAg. News


“Já estou com a Helena dentro de mim há muito tempo. Mas a comparação é algo que não existe. Não sou minha mãe. Sou fruto dela com meu pai, fui criada de outra maneira. Óbvio que é uma homenagem, estou felicíssima, adorando fazer esse trabalho, que é especial, mas não me preocupo se vai ser igual ou diferente”, conta Júlia, que tinha 16 anos quando ‘Baila Comigo’ foi ao ar.

A atriz, que começa a gravar este mês, acredita que realmente seja a última trama de Maneco e, consequentemente, a aposentadoria de Helena (o escritor já anunciou que deixaria de escrever novelas algumas vezes). “Ele não está mais a fim de escrever, né? Novela é muito comprida e trabalhosa. Ele deve focar em minisséries”, diz a atriz, que defende as tramas do autor e a escolha do bairro da Zona Sul, com um dos metros quadrados mais caros do Brasil, como cenário principal. “Se a história é boa, agrada todas as classes sociais: A, B ou C. ‘Avenida Brasil’, sem dúvida, foi um estouro, mas não por abordar a classe C. Havia um ótimo texto, atores e diretores incríveis. Tudo era muito bom”, observa. 

Lílian Lemmertz com a filha Júlia LemmertzDivulgação


Júlia conta que vem frequentando leilões com o objetivo de estar mais próxima da realidade da personagem, uma leiloeira. “Comprei uma estatueta de marfim, uns copos, um balde de gelo antigo lindo. Mas agora estou me segurando. E os leilões, geralmente, são muito de lotes, com tantos objetos cada. Se você começa a comprar, você sai pobre de lá. Tem que ir só para ver mesmo”, lamenta.

Ela revela que a Helena derradeira será a soma das oito mocinhas já criadas pelo autor. “Ela tem um pouco de todas. É uma mulher de verdade. Não é a heroína, porque sofre, tem coisas que não conta. Tentando acertar, às vezes erra. Mas é uma mulher extremamente positiva e forte”, avalia. 

Vera Fischer com Carolina Dieckmann%2C em 2001%2C na novela ‘Laços de Família’Divulgação


Um dos dramas enfrentados pela personagem é idêntico àquele vivido pela Helena de Vera Fischer (‘Laços de Família’, 2001), que perdeu o namorado para a filha, Camila (Carolina Dieckmann). Na história, Luiza (Bruna Marquezine, que dará vida a Helena na juventude, nos dez primeiros capítulos) se envolverá com Laerte (Gabriel Braga Nunes), grande amor da mãe no passado. “Também há conflitos entre mãe e filha, mas é diferente. A Luiza não sabe que o Laerte já se envolveu com a Helena porque a mãe nunca contou para a filha sobre seu passado”, adianta ela, que irá contracenar com Humberto Martins, seu marido na trama.

Se na história, Helena e Luiza vão se estranhar, nos bastidores a relação das atrizes é de total sintonia. “A Bruna já é minha filha. Nos encontros que tivemos, percebi o quanto é sagaz e atenta. Ela ficava me observando para pegar meus gestos. É uma graça”, derrete-se.

Últimas de Televisão