'Isso é retrógrado', diz Paolla Oliveira sobre ataques racistas contra Maju

Famosos repudiam ofensas feitas a apresentadora do 'Jornal Nacional'

Por O Dia

Rio - Durante a festa de lançamento da novela "Além do Tempo", próxima trama das 18h da TV Globo, que aconteceu em São Conrado, na Zona Sul do Rio, nesta sexta-feira, atores comentaram os ataques racistas sofridos pela garota do tempo do "Jornal Nacional", Maria Julia Coutinho. Alguns famosos, como Paolla Oliveira, foram pegos de surpresa com a informação.

LEIA MAIS:

Ministério Público pede rigor em investigação de preconceito contra Maju

Após Maju ser chamada de 'macaca', William Bonner grava vídeo de apoio

"Caramba, é sério isso? Estava o dia todo gravando não soube de nada, que absurdo! Isso é retrógrado. A palavra do momento é igualdade. Estamos em busca de igualdade de gênero, de opção sexual, salários de homens e mulheres, de direitos. Acho que toda barreira tem que ser vencida e quebrada. Acho que só a educação vai mudar isso", pontuou a atriz.

Alinne Moraes e Paolla OliveiraAg. News

Alinne Moraes também falou sobre os comentários racistas sofridos por Maju. "Nossa, não fiquei sabendo. Acho que é essa coisa da Internet, de você não ter cara. As pessoas não assumem o que falam. Elas acham que podem dizer o que quiserem. Acho um pouco chocante. Me preocupa um pouco eu não sei onde tudo isso vai dar né? A gente não sabe depois do caos o que vai acontecer", comentou a protagonista da trama das 18h.

Rafael Cardoso pontuou que as redes sociais são para compartilhar coisas boas, ele encara essas mídias como uma extensão da vida, do dia a dia. "Pelo amor de Deus, as pessoas têm que ficar em paz. As redes sociais são mais uma forma de se conviver. Acho que cada um tem que olhar mais o seu próprio umbigo, só isso", criticou o ator.

Nesta sexta-feira, a jornalista Maria Julia Coutinho foi alvo de comentários racistas em uma publicação do "Jornal Nacional" em sua página oficial no Facebook. Alguns internautas afirmaram que "Maju", como é chamada carinhosamente pelos colegas de telejornal, só entrou no "JN" por causa das "cotas". Admiradores da jornalista se manifestaram em seu favor, dizendo que a atitude era lamentável, principalmente em um país miscigenado.

"Só conseguiu emprego no 'Jornal Nacional' por causa das cotas. Preta imunda", publicou um internauta. "Não tenho TV colorida para ficar olhando essa preta não", disse outro.

"País mais miscigenado do mundo e ainda temos que ficar lendo esses comentários racistas. Lamentável", afirmou Claydson Vieira. "A moça é linda, inteligente e ganha bem mais do que vocês", completou o internauta.

"Aos racistas um aviso: internet não é terra sem lei e se vocês acham que podem destilar toda a podridão que existe no interior de vocês só porque usam fakes, estão enganados. Espero que vocês se ferrem muito", afirmou a internauta Martha Bernardo Duarte.

LEIA MAIS: Vestido sensual de Paolla Oliveira é destaque na festa de 'Além do Tempo'

Após o episódio, William Bonner e Renata Vasconcellos, que são colegas de trabalho da jornalista gravaram um vídeo em apoio e destacaram a frase: "Somos todos Maju". À noite, durante exibição do "Jornal Nacional", os apresentadores homenagearam Maju.

"A Maria Julia recebeu hoje uma demonstração de carinho do tamanho do Brasil. Hoje é o Dia Nacional de combate à discriminação racial e uns 50 criminosos publicaram comentários racistas na página do 'Jornal Nacional' no Facebook. Só que o que aconteceu depois, de uma forma espontânea e avassaladora, foi que milhares e milhares de pessoas manifestaram a indignação e um repudio aos criminosos. Na internet a expressão 'SomosTodosMaju' ganhou todas as redes sociais", disse Bonner logo após a garota do tempo falar sobre a previsão para o fim de semana.

Últimas de Televisão